As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Rio manterá medidas de isolamento por 15 dias, diz Crivella

Comércio e transporte seguem restritos e escolas seguem sem aula

Governo 3

A cidade do Rio de Janeiro manterá as medidas de isolamento social por pelo menos mais 15 dias, de acordo com o prefeito Marcelo Crivella. Escolas seguem sem aula, comércio segue restrito e os transportes públicos seguem circulando com a recomendação de não aglomerarem pessoas. As medidas foram tomadas para conter o avanço da pandemia de covid-19.

“Esses próximos 15 dias são importantíssimos. O sacrifício que estamos fazendo agora dará bons frutos. Nós vamos vencer essa crise”, disse o prefeito em coletiva de imprensa online transmitida na manhã de hoje (25). “É fundamental, mais que necessário, incontornável e inadiável mantermos nossa medias de afastamento social nos próximos 15 dias. Peço a vocês que considerem isso como fundamental para que a vida volte ao normal”

O prefeito comentou o pronunciamento feito ontem (24) pelo presidente Jair Bolsonaro, afirmando que é necessário mostrar que as medidas tomadas estão surtindo efeito.

“Na verdade, o que entendemos do pronunciamento do presidente é que é preciso enxergar a luz do fim do túnel. É preciso que se passe a massagem para as pessoas que o sacrifício vai dar frutos. Isso que estamos fazendo, que é o isolamento social, logo vai nos trazer de volta ‘as atividades normais”.

Comunidades do Rio de Janeiro
Em relação às comunidades do Rio de Janeiro, Crivella disse que está deslocando 300 idosos em situação vulnerável que moram em comunidades da Zona Sul, região com maior número de infectados pelo covid-19, para hotéis.

Governo 2

Ele também fez um apelo aos comerciantes desses locais e pediu a ajuda de padres e pastores para orientarem a população a se proteger.

Em relação ao transporte, ele também pediu para que a fiscalização, sobretudo do BRT se intensifique e que o transporte público respeite a regra de transportar apenas pessoas sentadas.

Retomada
Crivella disse que irá autorizar o funcionamento de lojas de conveniência nos postos de gasolina a partir da 0h de quinta-feira (26). As lojas poderão voltar a funcionar apenas para que os consumidores comprem e levem os produtos para casa, sem consumi-los no local. Além disso, também poderão ser retomadas as atividades das lojas de materiais de construção, que terão regras específicas para o funcionamento. Essas retomadas dependem ainda de alterações legais.

De acordo com dados da prefeitura, a cidade do Rio de Janeiro registra, até o momento, 278 casos confirmados e 166 casos suspeitos. Uma pessoa morreu em decorrência da infecção, 15 estão internadas em UTI e 28, hospitalizadas. Os números serão atualizados na noite de hoje.

Em todo o país, de acordo com os últimos dados do Ministério da Saúde, 46 pessoas morreram em decorrência do novo coronavírus e são 2,2 mil os casos confirmados.
Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro