Roberto Dias é solto após pagar fiança de R$ 1.100

Ele foi preso por ordem de Omar Aziz

No final da noite desta quarta-feira (7), o ex-diretor do Ministério da Saúde Roberto Dias, preso por decisão da CPI da Covid, pagou fiança no valor de R$ 1.100 e foi liberado pela Polícia Legislativa.

Mais cedo, o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), determinou a prisão de Roberto Ferreira Dias, sob acusação de que ele teria mentido em seu depoimento.

Segundo Aziz, Dias cometeu perjúrio ao dizer que não havia marcado um encontro com o empresário e policial Luiz Paulo Dominguetti em 25 de fevereiro, num restaurante em Brasília. Por Gazeta Brasil.