Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Rocam apreende mais de cem armas no Amazonas em apenas dois meses

Responsável por atuar no patrulhamento ostensivo e no combate à criminalidade, o 2º Batalhão de Choque Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), da Polícia Militar do Amazonas, apreendeu 104 armas de fogo e 488 munições no Amazonas, nos dois primeiros meses de 2021. Além do arsenal retirado das mãos de criminosos, 145 suspeitos de crime foram presos, e R$ 21,3 mil ligados a atividades ilícitas, principalmente o tráfico de drogas, foram apreendidos.

Os policiais da Rocam atuam em Manaus e nos municípios do estado, incluindo em ações estratégicas como a Base Fluvial Arpão e a Operação Hórus, em Tabatinga e na região de fronteira. Na capital, além das viaturas veiculares, a unidade também atua com o projeto Rocam Motos.

No ano passado, o batalhão bateu recorde de apreensões de armas, chegando ao número de 624 retiradas de circulação. Em 2019, foram 601 armas apreendidas. Para o comandante da Rocam, major Wener Vieira, o alto índice de produtividade é fruto do trabalho incansável de homens e mulheres do batalhão que estão nas ruas, atendendo a população.

“Desenvolvemos as ações ostensivas com as viaturas duas e quatro rodas, e quem ganha é a sociedade, pois conseguimos atuar de forma cirúrgica e rápida nas ocorrências, retirando as armas de circulação e, com isso, inibindo crimes contra a vida”, destacou.

Entre janeiro e fevereiro deste ano, as equipes da Rocam apreenderam 30 quilos de entorpecentes, mais de 4,4 mil trouxinhas de drogas e recuperaram 12 veículos com restrição de roubo ou furto.

O major disse, ainda, que a população contribui com o trabalho denunciando a criminalidade pelo disque-denúncia da Rocam, no aplicativo Whatsapp (92) 99280-7574. No ano passado, mais de 12 mil denúncias chegaram através do serviço.

“Com o nosso trabalho diuturno, a população percebe que dá todo apoio ao nosso batalhão fazendo as denúncias, e isso também é recompensador. Da nossa parte, nossos policiais estão, cada dia mais, buscando capacitação, conhecimento, adequando a realidade, para que possamos entregar um serviço de excelência”, enfatizou o major Wener.

FOTO: Divulgação/PMAM

-publicidade-