As Rondas Ostensivas Candido Mariano (Rocam) e a Força Tática, ambos da Polícia Militar, e a Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop) estão divulgando seus telefones de linha direta para recebimento de denúncias da população. Denúncias e outras informações que possam ajudar a polícia na prisão de criminosos, apreensão de drogas e entorpecentes e na elucidação de ocorrências podem ser feitas de forma anônima através de mensagens via aplicativo Whatsapp.

Braço operacional da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), a Seaop possui uma linha direta para denúncias da população. As informações podem ser repassadas por mensagens de WhatsApp para o número (92) 99345-2848, informou o secretário da pasta, o delegado de Polícia Civil, Guilherme Torres. A linha direta da Rocam funciona no telefone (92) 99280-7574. Já as denúncias para a Força Tática podem ser feitas ao número (92) 99428-4400.

As denúncias têm orientado boa parte das ações e operações policiais, destaca o tenente-coronel Bruno Azevedo, que comanda a Rocam. De acordo com levantamento do batalhão, até agosto mais de 800 ocorrências que resultaram em prisões e apreensões foram originadas de denúncias recebidas por telefone, a maioria referente ao tráfico de drogas e a posse e porte de arma de fogo. “É de suma importância a participação da população amazonense, denunciando todo e qualquer tipo de crime, pois com a ajuda da sociedade, a polícia consegue chegar a indivíduos que estão causando diversos transtornos a sociedade”, disse Azevedo.

Focada nas ações de necessária intervenção policial, a Força Tática também tem aproveitado as denúncias. De janeiro até agosto, 72 prisões foram feitas a partir das informações de populares enviadas em mensagens. “A identidade dos cidadãos é sempre mantida em anonimato, preservando a segurança de quem está colaborando com a polícia”, enfatizou o comandante da Força Tática, tenente-coronel Klinger Paiva.

FOTO: DIVULGAÇÃO/SSP-AM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here