As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Rosi Matos apoia movimentos feministas que exigem a efetivação da Secretaria Municipal de Mulheres

Lideranças e representantes de movimentos de mulheres e entidades sindicais reuniram nesta sexta-feira (10), com a Comissão de Defesa e Proteção dos Direitos da Mulher (COMDPDM) da Câmara Municipal de Manaus (CMM), para discutir a manutenção da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPPM). A líder da bancada petista, vereadora Rosi Matos (PT), que também é membro titular da Comissão da Mulher, esteve presente na reunião enaltecendo as lutas feministas.

As mulheres demonstraram com muita segurança e domínio o quanto é necessário fortalecer as políticas públicas no município a partir da instalação da Secretaria que foi oficialmente criada, no entanto sem estrutura formada para funcionamento. As lideranças lamentam a determinação da Prefeitura de Manaus em tornar a Secretaria de Mulheres- um órgão que ainda não saiu do papel e está dependendo da boa vontade e sensibilidade do Prefeito Arthur Neto (PSDB)- em apenas um departamento vinculado a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh).

Rosi Matos apoiou e defendeu a luta das mulheres ressaltando que a efetivação da referida secretaria garante autonomia, diferente de um anexo. Disse ainda sobre a promessa do Prefeito de implantar a Secretaria de Mulheres. No entanto, após decidir pela extinção, o mesmo interrompeu o sonho de muitas mulheres.

“Essa secretaria era pra estar funcionando. Hoje era pra estarmos aqui discutindo a paridade da participação das mulheres na política do nosso país, e não 30%, mas sim a paridade de 50% e 50%. Uma secretaria é de grande importância, fundamental para as mulheres. Não podemos deixá-la servindo de departamento porque não vai funcionar, não vai ser uma política de visibilidade (….). Com essa Secretaria sólida e com autonomia vai viabilizar muito mais a situação das mulheres do nosso município e do nosso Estado”.

A parlamentar expôs também que por um momento esteve esperançosa, tanto que apresentou uma emenda destinando R$50 mil para tornar realidade a tão esperada secretaria, mas que diante da resistência do Prefeito apresentou uma indicação cobrando a permanência da secretaria de mulheres. A reivindicação foi participada ao Secretário Municipal e Chefe da Casa Civil, Márcio Noronha, o qual ficou de levar ao conhecimento do Prefeito para possível providência.

Participaram da audiência
Parlamentares e representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT); Secretária da Mulher do PCdoB; Conselho Municipal e Estadual da Mulher; Marcha Mundial de Mulheres; Fórum de Mulheres; União Brasileira das Mulheres; Comissão da Mulher Advogada; Movimento das Mulheres Solidárias do Amazonas; Secretaria de Estadual de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc); União Brasileira das Mulheres; Federação Comunitária Desportiva do Amazonas (FCDA); Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ), a representante da ONG Maria Bonita, Márcia Álamo; e a diretora do Departamento de Direitos Humanos da Semasdh, Luciana Farias.