Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Salário do professor no Amazonas está acima do piso nacional

Secretário da Seduc-AM, Rossieli Silva
Rossieli Soares da Silva

Conforme reajuste salarial de 2014 aos trabalhadores da rede estadual de Educação concedido pelo Governo do Amazonas, que assegurou aumento de 10%, sendo 5,67% desde maio passado, e os 4,33% a partir deste mês, o salário do professor de nível superior, sem gratificações, para a jornada de 40 horas semanais, é de R$ 3.269,49. O piso salarial nacional do magistério será reajustado em 13,01%, conforme determina o artigo 5º da Lei nº 11.738, de 16 de julho de 2008. O novo valor será de R$ 1.917,78 e passa a valer a partir deste mês.

O total do aumento salarial dos servidores estaduais da educação, de 10%, teve impacto de R$ 86,7 milhões. “Até abril de 2014, o salário de professor por 40 horas era de R$ 2.965,37 e passou para R$ 3.133,51 no mês de maio. E, a partir deste mês, será R$ 3.269,19”, destaca o titular da Secretaria de Estado de Educação do Amazonas (Seduc), Rossieli Soares da Silva.

O anúncio sobre o reajuste foi feito pelo ministro da Educação, Cid Gomes, na última terça-feira, 6 de janeiro, durante reunião com representantes do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE).

A reforma do ensino médio foi apontada pelo ministro da Educação, Cid Gomes, como um dos desafios a ser enfrentado na sua gestão à frente da pasta. O ministro se dirigiu aos professores e afirmou que eles terão seu trabalho reconhecido e valorizado. Gomes disse ainda que vai trabalhar para atingir as metas do Plano Nacional de Educação. O ex-governador do Ceará assumiu a pasta que era comandada por Henrique Paim.

-publicidade-