Take a fresh look at your lifestyle.

Samu está no limite em Manaus e diretor diz: “número de chamadas está absurdamente alto”

-publicidade-

Informação é do G1

Na noite desta terça-feira (05), G1 Amazonas divulgou a informação de que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Manaus está operando no limite e está sem capacidade de atender toda a população. A informação é do médico e diretor do serviço, Ruy Abrahim.

Ainda para o G1, o Abrahim disse que que com alta de internações por Covid, não há ambulâncias suficientes para atender a todos, e que há também faltam médicos, enfermeiros, técnicos e condutores.

“O número de chamadas está absurdamente alto e não há como atender a todos. A prioridade é para doentes graves, com angústia respiratória. Aqueles sem comprometimento respiratório grave não devem ficar aguardando ambulância, a família tem que conseguir um transporte e levar o doente para unidade de saúde. As ambulâncias estão sendo bastante utilizadas, mais do que o corriqueiro, que já é muito. Há muitos veículos parados, aguardando manutenção”, disse ao G1 Amazonas.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) não se pronunciou sobre o assunto até o momento.

-publicidade-