Amazonas Notícias

Saúde Indígena: FVS realiza visita técnica visando a descentralização de soro antiofídico no Amazonas

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), por meio da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), encerra visita técnica nesta terça-feira (14/11) em dois pólos base do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) do Vale de Javali, no município de Atalaia do Norte (distante 1.138 quilômetros de Manaus).  

A ação em parceria com o Ministério da Saúde começou no dia 04 de novembro e faz parte da quarta fase do projeto piloto de descentralização de soro antiveneno para os 14 distritos sanitários atuantes no Amazonas. Na ocasião, foi ministrado treinamento para os profissionais de saúde que atuam no Dsei Javari.

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, informa que esta fase consiste em realizar a visita técnica in loco em todos os Dsei, para verificar a qualidade das estruturas locais, para garantir a conservação dos imunobiológicos.

“A descentralização para os polos do Dsei’s é um avanço de anos, e neste sentido precisa seguir as etapas necessárias para que o objetivo seja alcançado, garantindo assim, além do abastecimento do insumo, a utilização dos protocolos preconizados pelo Ministério da Saúde para a conservação e uso do imunobiológico nas áreas mais remotas sem perder a qualidade”, explica a diretora da FVS-RCP, Tatyana Amorim.

De acordo com o gerente de zoonoses da FVS-RCP, Deugles Cardoso, responsável pelo o monitoramento do projeto, destaca a importância do acompanhamento.

“O sucesso da descentralização dos soros antivenenos depende de uma avaliação criteriosa e de medidas para garantir que a cadeia de suprimentos e distribuição seja segura e eficiente. Isso ajudará a assegurar que as populações nas áreas atendidas tenham acesso aos tratamentos necessários em casos de acidentes por animais peçonhentos ou possível exposição ao vírus da raiva, de forma mais oportuna”, afirma o gerente.

O projeto-piloto de descentralização de soro antiveneno visa tornar mais fácil o acesso desses soros aos territórios Indígenas coordenados por esses DSEIs. 

A iniciativa segue as determinações da Resolução 071/2021 da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) que dispõe da descentralização de soro antiveneno a polos bases de DSEIs no Amazonas pela FVS-RCP.

Fotos: Divulgação/FVS-RCP 

Relacioandos