foto Katiuscia Ferreira

Neste domingo (09), a Justiça Federal do Amazonas negou habeas corpus ao Deputado Estadual eleito Saullo Vianna (PPS). O político está preso desde a sexta-feira (07), no Centro de Detenção Provisória Masculino 2, na BR 174, quilômetro 8, em Manaus. O desembargador plantonista entendeu que a soltura de Saullo pode atrapalhar as investigações sobre supostas fraudes nas últimas eleições no Amazonas em 2018.