Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Seap e Cetam ofertam curso de Mecânico de Refrigeração e Climatização Residencial para internos do Compaj

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) iniciou, nesta segunda-feira (24/05), sob a coordenação do Departamento de Reintegração Social e Capacitação (Deresc), o curso de “Mecânico de Refrigeração e Climatização Residencial”, que promete capacitar 20 internos da carceragem do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj).

A iniciativa é realizada em parceria com a cogestora Reviver Administração Prisional Privada e o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

O curso de mecânico, com carga horária de 160 horas, conta com 40 dias letivos de aulas, divididos em teoria e prática. Os primeiros dias da capacitação serão voltados às instruções de relacionamento interpessoal e empreendedorismo.

Após esse módulo, os reeducandos irão aprender como executar diversos serviços em equipamentos de refrigeração e climatização: limpeza, instalação, manutenção e reparos. Para o sucesso das atividades, aprenderão noções de eletrônica, eletricidade, pneumática, robótica, refrigeração industrial, residencial, comercial e automotiva.

“Com este curso, continuamos o objetivo de dar aos internos condições harmônicas para a reintegração à sociedade, quando os mesmos cumprirem suas penas”, disse o diretor do Compaj, Lucas Maceda. “Entendemos que a profissionalização é o melhor caminho para ofertar novas possibilidades de convivência na sociedade e dignidade para o interno e seus familiares, bem como garantia de renda pelo exercício da profissão”, frisou.

De acordo com o instrutor do curso, José Orlando, a refrigeração é uma área extremamente rica, que possibilita maior chance de empregabilidade. “Dominando a refrigeração, os internos podem abrir o seu próprio negócio ou trabalhar em empresas privadas e indústrias. Então, essa capacitação é uma chance única para eles”, disse.

Chance esta que o interno Denílson (nome fictício) não pretende desperdiçar. “Deus está me dando mais uma oportunidade de mudar de vida com esse curso e eu vou fazer valer a pena. Quero estudar e me especializar mais na área, para poder ajudar a minha família lá fora de forma digna”, revelou.

Pronatec – Programa criado em 2011, pelo Ministério da Educação (MEC), por meio da Lei nº 12.513, com a finalidade de ampliar a oferta gratuita de cursos de Educação Profissional e Tecnológica (EPT), através de programas, projetos e ações de assistência técnica e financeira para pessoas que visam alcançar grandes oportunidades na vida profissional.

FOTO: Divulgação/Seap

-publicidade-