Take a fresh look at your lifestyle.

Seap encontra cela com grade serrada no CDPM e frustra mais uma tentativa de fuga

-publicidade-

No início da noite de quarta-feira, dia 19, por volta das 18 horas, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), encontrou durante um procedimento de revista e contagem de internos no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), uma cela com as grades serradas no pavilhão 2, onde estão mantidos internos da facção criminosa conhecida Primeiro Comando da Capital (PCC) e ainda presos por estupro. Possivelmente, pelo espaço na grade, ocorreria uma fuga de presos, na noite de ontem mesmo. A unidade localizada no quilômetro 8 da rodovia BR-174 (Manaus – Boa Vista), registrou outra ocorrência de grades serradas encontradas pela Seap, no dia 25 de setembro.

Segundo o secretário de Estado de Administração Penitenciária, Pedro Florencio, os trabalhos de investigação, segurança e fiscalização da Seap, buscam impedir que fugas, rebeliões e motins aconteçam e desestabilizem os sistema prisional do Amazonas. “Nossas equipes continuam empenhadas para impossibilitar as ações dos internos que buscam, de alguma forma, alterar a ordem dentro das unidades prisionais”, reforçou o secretário.

Durante a revista na cela 232 do pavilhão 2, onde encontraram as grades serradas, foram apreendidos os seguintes materiais ilícitos: dois aparelhos celulares, fones de ouvido, carregadores, cordas que seria usadas como “teresa”, duas facas de mesa, uma algema e estoques. Toda a ação da Seap foi acompanhada pela direção da unidade, junto da gerência de segurança e agentes de socialização da empresa co-gestora do CDPM.

Os 12 internos que estavam na cela da ocorrência foram transferidos para o isolamento, terão as visitas suspensas por 30 dias e a ocorrência incluída na certidão carcerária de cada um deles.

-publicidade-