Seap esclarece dúvidas sobre alternativas de ressocialização para internos do “Trabalhando a Liberdade”

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) deu início, nesta quinta-feira (24/06), a um ciclo de palestras para os apenados do sistema prisional de Manaus que integram o programa de ressocialização “Trabalhando a Liberdade”, a fim de esclarecer dúvidas sobre as alternativas de ressocialização ofertadas pela pasta.

A iniciativa está sendo promovida pelo Departamento de Reintegração Social e Capacitação (Deresc), que começou a seguir o cronograma bimestral hoje, na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), localizada no ramal Bela Vista, zona leste de Manaus.

Setenta e dois “amarelinhos” participaram da primeira palestra na unidade. Na ocasião, colaboradores do Departamento puderam informar o público carcerário sobre os serviços de reintegração social que o setor oferece, dentro e fora dos estabelecimentos prisionais, como cursos profissionalizantes, emissão de documentação, oportunidades de emprego e outros.

Segundo a chefe do Deresc, Keyla Prado, a ideia para a realização das palestras surgiu da preocupação em alcançar o maior número possível de reeducandos em programas e projetos de ressocialização, apresentando as alternativas que resultam no melhor caminho para o retorno deles à sociedade.

“Nós estamos repassando essas informações para o público do sistema, porque muitas vezes eles saem e nem sabem para onde ir, quem procurar, onde buscar ajuda e orientação. Algumas pessoas saem sem norte e nós estamos prontos para ajudá-las a dar os primeiros passos nessa nova realidade”, disse Prado.

“Temos oportunidades para cursos, projeto de “Banco de Currículos”, uma Gerência de Trabalho e Renda (GTR), estamos em processo de implantação de um Escritório Social para atendimento de egressos e familiares do sistema carcerário do estado e muitos outros serviços que pudemos apresentar aqui para os internos e tirar dúvidas. É uma troca que vale a pena”, concluiu.

Cronograma – A cada dois meses a equipe do Deresc estará indo nas penitenciárias para tirar as dúvidas dos internos trabalhadores. A próxima ação está prevista para acontecer dia 15/07, no Centro de Detenção Provisória Feminina (CDPF) e Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat). No dia 16/07 será a vez dos reeducandos dos Centros de Detenção Provisória de Manaus I e II, e Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj). O primeiro ciclo encerra dia 29/07, novamente na UPP.

FOTO: Divulgação/Seap