Seap inicia curso de Instalação Hidráulica para colombianos e brasileiros no CDPM 2

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) iniciou, nesta segunda-feira (21/06), o curso de Instalação Hidráulica, em parceria com o Consulado da Colômbia e a cogestora New Life Gestão Prisional. A nova capacitação está sendo ofertada para 20 internos do Centro de Detenção Provisória de Manaus 2 (CDPM 2), sendo oito colombianos e 12 brasileiros.

Durante a capacitação, os internos vão aprender sobre leitura e interpretação de projetos, noções de matemática básica, tipos de conexões e tubulações, normas técnicas para execução de projetos hidráulicos, instalações prediais de água fria e esgoto sanitário, uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI), etc.

A turma de reeducandos irá se dedicar ao curso de carga horária de 120 horas, em dois horários, pela manhã e à tarde, de segunda a sexta-feira. As aulas terão duração de oito horas diárias, com término previsto em três semanas.

“Cada curso que a gente ministra no sistema prisional, é com o objetivo de que os internos se tornem aptos a exercer a profissão e lá fora só deem continuidade ao aperfeiçoamento, porque a hidráulica não para, é um mercado muito amplo que abrange diversas áreas”, comentou a ministrante do curso, Sônia Rocha.

O diretor do CDPM 2, Jean Carlo Oliveira, exaltou a nova parceria com o Consulado colombiano, principal responsável pela distribuição do material que será utilizado na profissionalização. “Hoje iniciamos mais um curso em parceria com o Consulado da Colômbia, com a finalidade de abranger tanto os colombianos que se encontram presos nesta unidade, como a população carcerária brasileira. Juntos, trabalhamos em prol daqueles que buscam uma nova vida por meio da profissionalização e ressocialização”.

O curso de Instalação Hidráulica é a terceira capacitação que o interno Jota* (nome fictício) participa. Integrante do programa de ressocialização “Trabalhando a Liberdade” há cinco meses, Jota já pensa em se estabilizar na profissão quando sair da unidade prisional.

“Tinha uma experiência vaga de hidráulica e, agora, com essa oportunidade, vou me aprimorar na área dia após dia. Quando eu terminar de cumprir minha pena, vou me qualificar ainda mais e assim conquistar a renda da minha família”, prometeu.

FOTO: Divulgação/Seap