A diretora do Departamento de Proteção Social e Especial (DPSE), Letícia Borel, e técnicos da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), reuniram-se na manhã desta sexta-feira (24/05) com representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc) para tratar sobre o 1° Encontro de Avaliação e Monitoramento da Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), que vai acontecer nos dias 5 e 6 de junho, no Centro de Convivência do Idoso (Ceci), no bairro de Aparecida, zona sul.

O evento é destinado aos representantes dos municípios que trabalham no combate ao trabalho infantil, que faz parte da Política Nacional de Assistência Social. Letícia Borel informa que já está confirmada a participação de 25 municípios amazonenses. “O número de participantes será bem maior”, assegurou.

As principais incidências de trabalho infantil se encontram na informalidade, no âmbito da produção familiar, do trabalho doméstico, da agricultura familiar e nas atividades ilícitas. O desafio dos gestores que trabalham na erradicação dessa prática consiste em identificar crianças e adolescentes inseridos nessas atividades e inseri-los nos serviços da rede socioassistencial e das demais políticas públicas.

FOTO: Divulgação/Seas