Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Seas treina técnicos para campanha contra abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

A Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) é um dos órgãos do Governo do Amazonas envolvidos na mobilização local em torno da campanha do 18 de Maio, data alusiva ao Dia Mundial de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Para isso, o Departamento de Proteção Social Especial (DPSE/Seas) realizou nesta sexta-feira (07/05), a capacitação interna “Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes e suas Múltiplas Faces”, com a participação de técnicos do DPSE e dos abrigos do Coroado e Casa do Migrante Jacamim.

“A Proteção Social Especial trabalha justamente a violação de direitos, e o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes é uma violação direitos. Além disso, a exploração sexual de crianças e adolescentes também é uma das piores formas de trabalho infantil”, disse a chefe do DPSE, Adriana Pellin.

Por meio do DPSE, a Seas trabalha na coordenação estadual das Ações Estratégicas de Erradicação do Trabalho Infantil (Aepeti). O treinamento ofertado pelo Governo do Amazonas busca qualificar os servidores dos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas).

“Expor esse tema e capacitar a equipe técnica é justamente para que elas levem esse conhecimento para os 62 municípios, ou pelo menos àqueles 52 Creas que nós temos e que trabalham a violação de direitos, para que essas pessoas superem essa violação”, enfatizou a chefe do DPSE.

Programação – No dia 18 de Maio, o Abrigo do Coroado e a Casa do Migrante Jacamim terão atividades para as pessoas atendidas nesses dois Serviços de Acolhimento Institucional para Indivíduos e Famílias (SAIAFs), que são mantidos pelo Governo do Amazonas, via Seas.

De acordo com o DPSE, estão programadas uma palestra no Abrigo do Coroado e um dia lúdico na Casa Jacamim com brincadeiras, pinturas e dinâmicas, tudo com a temática do enfrentamento ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes.

FOTO: Miguel Almeida/Seas

-publicidade-