Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Secretaria de Cultura e Economia Criativa inicia diálogo sobre parcerias com a Funarte

O titular da pasta, Marcos Apolo Muniz, apresentou projetos culturais do Estado ao presidente da instituição, Lamartine Barbosa Holanda

Nesta quinta-feira (04/03), o secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, reuniu-se com o presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte), Lamartine Barbosa Holanda, para apresentar projetos culturais do Estado e debater propostas de parceria. O encontro aconteceu na sede da instituição, no Rio de Janeiro/RJ.

Segundo o secretário Marcos Apolo Muniz, durante a reunião, foi apresentado o plano de retomada da economia da cultura no Estado e o projeto de valorização do patrimônio histórico, que propõe a revitalização dos imóveis de valor arquitetônico, como o Palacete Cinco de Setembro, a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa e o Teatro Escola do Parque Jefferson Péres.

“O presidente se mostrou uma pessoa conhecedora da realidade da região Norte e sinalizou de forma muito positiva, no sentido de viabilizar parcerias que impulsionem o setor artístico”, afirma o titular da secretaria.

Marcos Apolo destaca que o Teatro Amazonas, que em 2021 completa 125 anos, também foi pauta do encontro.

“Tive ainda a oportunidade de entregar a Lamartine o trabalho do artista amazonense Carlos Melo, uma maquete do Teatro Amazonas, símbolo do nosso maior patrimônio histórico. Essa peça vai fazer parte da sala do presidente, para divulgar o nosso Teatro e a nossa cultura”, contou o secretário.

Lamartine Barbosa Holanda, na ocasião, reforçou a necessidade de oferecer capacitação dentro da cadeia produtiva da cultura.

“A economia criativa é o futuro das artes no Brasil. Precisamos capacitar os pequenos produtores culturais”, ressaltou.

Participaram da reunião o diretor-executivo da Funarte, Jefferson da Fonseca, o diretor do Centro de Música da Funarte, Bernardo Guerra, e a diretora-executiva do Festival Amazonas de Ópera, Flávia Furtado.

FOTO: Divulgação

-publicidade-