Take a fresh look at your lifestyle.

Secretaria de Educação anuncia vencedores de disputa científica

-publicidade-

Quarta edição do Circuito de Experimentos de Baixo Custo (Cebac) foi encerrada na sexta-feira (6/12)

A Secretaria de Estado de Educação e Desporto divulgou, na sexta-feira (6/12), o resultado final do 4º Circuito de Experimentos de Baixo Custo (Cebac) das escolas públicas da capital, em evento que teve transmissão ao vivo para o interior do Estado – por meio do Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam). A premiação ocorreu no auditório do Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Gilberto Mestrinho, na zona sul de Manaus.

Promovido pela Secretaria desde 2016, o Cebac tem como objetivo incentivar o desenvolvimento de experimentos de baixo custo de Ciências da Natureza, utilizando materiais alternativos e despertando, assim, o interesse científico e a criatividade dos estudantes da rede pública do Amazonas. Em 2019, o circuito contou com mais de 230 projetos inscritos nas etapas distritais.

De acordo com o coordenador do circuito, professor Mailson Rafael, o resultado desse ano demonstrou que os alunos estão, cada vez mais, evoluindo nos experimentos, com trabalhos mais aprimorados e os estudantes explicando a fundamentação científica com domínio.

“Isso nos dá a certeza de que o letramento científico e o ensino de Ciências pode avançar muito e melhorar a qualidade da educação de nossas escolas. O Circuito de Experimentos é nossa vitrine para mostrar quão brilhante é o trabalho dos nossos professores de Ciências da Natureza das nossas escolas”, afirmou.

Os estudantes Felipe Silva e Stéfany Santos, ambos de 18 anos, da Escola Estadual Jairo da Silva Rocha, apresentaram o experimento “Colorindo as flores” e afirmaram que aprenderam muito com o projeto. “Conseguimos perceber o quanto é importante cuidar do meio ambiente”, afirmou Felipe.

Da Escola Estadual Antônio Lucena Bittencourt, o aluno Gabriel Bento da Silva, 18, apresentou o experimento “Helicóptero caseiro”, no qual buscou mostrar a importância da eletricidade no dia a dia. “Usando protótipos de helicóptero, eu mostrei, na prática, como funcionam os componentes elétricos”, disse Gabriel.

Sobre o Cebac – Lançado em 2016, o Circuito incentiva o desenvolvimento de experimentos de baixo custo de Ciências da Natureza, utilizando materiais alternativos e despertando o interesse científico e a criatividade dos estudantes. A disputa estimula cada professor a apresentar experimentos aos estudantes, oriente e acompanhar a sua realização, tornando as aulas mais atraentes. Neste ano, o Circuito teve como tema “Experimentando Ciência”.

Confira abaixo o resultado final do 4º Circuito de Experimentos de Baixo Custo (Cebac)

Categoria 1 – Educação Inclusiva

Primeiro lugar:

EETI Maria do Céu Vaz D’Oliveira, “Medindo a energia dos alimentos”

Segundo lugar:

EETI Djalma Batista, “Holograma 3D caseiro”

Terceiro lugar:

Colégio Amazonense Dom Pedro II, “Cascata de fumaça”

Categoria 2 – 4º ao 5º ano Fundamental

Primeiro lugar:

Escola Estadual Bom Pastor, “A imagem invertida”

Segundo lugar:

Escola Estadual Isaac Benayon Sabbá, “Moedas equilibristas”

Terceiro lugar:

Escola Estadual Elira Pinheiro, “Extraindo ferro de cereais matinais”

Categoria 3 – 6º ao 7º ano Fundamental

Primeiro lugar:

Escola Estadual Maria de Lourdes R. Arruda, “Copo satélite”

Segundo lugar:

Escola Estadual Tiradentes, “Submarino de garrafa pet”

Terceiro lugar:

Ceti Garcitylzo do Lago e Silva, “Boia ou não boia? Propriedade da matéria, massa, volume e densidade”

Categoria 4 – 8º ao 9º ano Fundamental

Primeiro lugar:

Escola Estadual Ana Lúcia de Moraes, “Convecção térmica”

Segundo lugar:

Escola Estadual Leopoldo Péres, “Bioplástico de amido”

Terceiro lugar

Ceti Elisa Bessa Freire, “Pressão esmagadora”

FOTO: Divulgação

-publicidade-