As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Secretaria de Educação inicia revitalização na Escola Estadual Rosina Ferreira da Silva, no Alvorada

Equipe deu início aos trabalhos que haviam sido adiados por conta da pandemia

A Secretaria de Estado de Educação e Desporto iniciou, na última segunda-feira (15/06), a revitalização da Escola Estadual Rosina Ferreira da Silva, localizada na avenida Desembargador João Machado, bairro Alvorada 1, na zona oeste da capital. Os serviços incluem pintura geral, recuperação da estrutura e das áreas elétricas e hidráulicas da unidade escolar.

O serviço estava agendado para março, mas foi suspenso devido à pandemia do novo coronavírus, que paralisou as atividades de manutenção preventiva e corretiva da Secretaria de Educação. De acordo com a adjunta administrativa da Coordenadoria Distrital de Educação 03 (CDE-03), professora Astrid Socorro, os trabalhos foram iniciados pela limpeza da área.

“Estamos fazendo a retirada do entulho, já que recebemos denúncias de vandalismo e depredação, e imediatamente adotamos as ações necessárias para preservar o patrimônio. Também estamos reforçando a segurança do prédio desde agora até a conclusão dos trabalhos, que ainda não têm, por enquanto, uma previsão de término, mas que oportunamente será divulgado à comunidade escolar e sociedade em geral”, explicou Astrid.

Dentre os serviços a serem realizados pelo Departamento de Infraestrutura da pasta na unidade escolar, estão a troca de telhas que foram danificadas ou furtadas e a substituição de louças dos banheiros, cozinha, forro das salas de aula, luminárias, corredores, pintura em geral, troca de tubulação, limpeza e manutenção da rede elétrica e de esgoto.

Prevenção – A Escola Rosina Ferreira já estava fechada preventivamente desde setembro de 2019 para realização de reparos no telhado, mas, após uma vistoria técnica, foram identificados outros problemas estruturais mais graves como nas redes elétrica e hidráulica. Para esse trabalho, foi necessário o remanejamento dos estudantes para um prédio, visando preservar a integridade dos alunos.

Todas as turmas da unidade de ensino foram alocadas no Colégio Amazonense Cristo Redentor, localizado na mesma avenida e a poucos metros da escola estadual. Atualmente, estão acomodados os 723 alunos do 6º ao 9º ano, distribuídos em 10 turmas no período matutino e 10 turmas no vespertino, que estão sendo assistidos pelo Projeto “Aula em Casa” nesse período de pandemia, no qual permanecerão até a conclusão dos trabalhos de revitalização e quando autorizado o retorno das aulas presenciais pelas autoridades de saúde do estado.

FOTO: Eduardo Cavalcante/Seduc