Take a fresh look at your lifestyle.

Secretaria de Justiça, Direitos Humanos doa 130 cestas básicas a instituições que atendem públicos em vulnerabilidade de social

-publicidade-

Mais instituições receberão doações no decorrer da próxima semana

Na última sexta-feira (22/01), a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), por meio da Secretaria Executiva de Direitos Humanos (SEDH), entregou 130 cestas básicas para instituições que atendem pessoas em vulnerabilidade social cadastradas na pasta.

As instituições beneficiadas foram: Associação de Apoio à Parada LGBT, Associação Orquídeas LGBT, Casa Miga, Associação de Pessoas Vivendo com HIV/AIDS, Associação LGBT Vivendo com HIV, OSC Nova Aliança, Projeto Caminho Sem Volta, Instituto Cultural Afro e Capoeira Arte Revelação.

A secretária titular da Sejusc, Mirtes Salles, destacou que as doações são uma forma de atender às demandas da população em vulnerabilidade social de forma mais rápida e eficaz. “As doações são muito importantes, pois nós precisamos vencer a burocracia. Qualquer tipo de aquisição, compra direta, licitação demoraria demais, e precisamos desses produtos essenciais para combater a Covid-19”, disse.

De acordo com a secretária, a Sejusc está de portas abertas para receber novas doações da sociedade civil. “Precisamos de máscaras, Equipamentos de Proteção (EPIs) e kits de limpeza, pois muitas famílias estão precisando. Somente com a ajuda de todos nós conseguiremos atender a essa população. A Sejusc está muito agradecida a todos que se dispuseram a ajudar”, completa.

Para a secretária executiva de Direitos Humanos da Sejusc, France Mendes, as doações servem para reforçar os cuidados da pasta com aqueles que mais precisam de atenção.

“Hoje foi dado um passo importante para a Secretaria Executiva dos Direitos Humanos. Com o olhar incansável da nossa secretária Mirtes Salles, que não mede esforços para arrecadar cestas básicas e outros itens essenciais no combate à Covid-19, nossas ações beneficiaram diretamente as pessoas em vulnerabilidade social. É o momento de darmos as mãos. Estamos falando de vidas, pessoas, o quanto são importantes para nós. Juntos, venceremos esse vírus”, afirma a responsável pela SEDH.

Ainda de acordo com France, a partir da próxima segunda-feira (25/01), novas remessas de doações serão repassadas às instituições cadastradas pela Sejusc na capital amazonense.

Apoio – Empresas que queiram fazer doações de alimentos, kits de higiene e cilindros de oxigênio para os públicos em vulnerabilidade social, atendidos pela Sejusc, podem entrar em contato por meio do número (92) 98500-6270.

FOTO: Divulgação/Sejusc

-publicidade-