As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Secretária de Saúde do Estado discute com técnicos proposta de criação de Centro de Tratamento de Queimados do Amazonas

Dando continuidade ao plano de reordenamento da rede estadual de Saúde, a titular da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), Simone Papaiz, esteve reunida com a direção do Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto e do Pronto Socorro da Criança da Zona Sul, além de corpo técnico da secretaria e representantes de empresas médicas, para discutir a criação de um Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Amazonas, que atenda adultos e crianças.

Acompanhada dos técnicos da Secretaria Executiva Adjunta de Atenção Especializada à Capital, a secretária recebeu informações sobre o serviço oferecido atualmente na rede pública estadual de saúde para o tratamento de pessoas com queimaduras graves, bem como sobre as principais necessidades para o aprimoramento do serviço.

Atualmente, o atendimento às vitimas de queimaduras é realizado no HPS 28 de agosto para casos de pacientes adultos e em caso de tratamento pediátrico, no PS da Criança da Zona Sul. A ideia, segundo a secretária Simone Papaiz, é centralizar esses atendimentos, oferecendo desde os primeiros socorros, com internações e cirurgias, ao tratamento pós-cirúrgico.

“Queremos criar um CTQ com centro cirúrgicos e Unidades de Terapia Intensiva (UTI), que atenda adultos e crianças, que hoje recebem esse tratamento de forma separada. A ideia é oferecer o tratamento completo, com serviço pós-cirúrgicos ambulatorial para a realização de curativos e todo o acompanhamento necessário dos pacientes”.

Segundo a secretária, uma nova discussão ocorrerá na próxima semana, quando os técnicos envolvidos apresentarão um plano detalhado para a criação do centro, que será incluído no Plano Plurianual (PPA) da Saúde, que está em elaboração.

Atual estrutura – Hoje, tanto o HPS 28 de agosto quanto o PS da Criança da Zona Sul atendem em média de quatro a cinco pacientes com ferimentos provocados por queimadura por mês. O 28 de agosto conta com 18 leitos e o Pronto Socorro da Criança com 15 e o objetivo da Susam é otimizar a estrutura já existente.

A ideia é que, com o Centro de Tratamento de Queimados, o paciente só deixe a unidade quando estiver plenamente recuperado, como ocorre hoje no Hospital 28 de agosto, conforme explicou a gestora da unidade, Alessandra Santos.

“O tempo de internação do paciente no 28 de Agosto hoje é maior porque ele só recebe alta quando não necessita mais de nenhum cuidado ambulatorial”.

Foto: Divulgação/Susam