33.3 C
Manaus
quarta-feira, fevereiro 21, 2024

Secretário Marcellus Campêlo ressalta a necessidade de esforços conjuntos para combater a poluição plástica na Amazônia

Brasília, 2 de Dezembro – O secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Marcellus Campêlo, destacou a importância da união de esforços entre o Estado, a indústria e a sociedade para reduzir a poluição plástica na Amazônia. As declarações foram feitas durante o roadshow “União Europeia-Brasil: Soluções para a Economia Circular”, realizado em Brasília, na sede da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA).

O evento, que reuniu autoridades nacionais e internacionais, focou em discutir ações e articulações voltadas para o desenvolvimento de uma economia sustentável na Amazônia. Campêlo, participando do painel “Ambição para uma Amazônia Circular: Cooperação regional no combate à poluição plástica”, enfatizou a complexidade do desafio e a necessidade de múltiplas ações.

Entre as soluções propostas pelo secretário estão o fortalecimento da logística reversa nas indústrias, maior participação das cooperativas no processo, o fomento à inovação tecnológica liderada pelo Centro de Bionegócios da Amazônia (CBA), e avanços nas metas do Marco Legal do Saneamento Básico. Ele sublinhou que o saneamento básico é um dos quatro pilares da gestão do governador do Amazonas, Wilson Lima, e um tema central na Sedurb.

Campêlo também mencionou o plano para erradicação dos lixões no interior e a urbanização das áreas às margens de igarapés, através de programas como o Prosamin+ e o Prosai. Estes programas estão transformando áreas de risco em espaços urbanizados com infraestrutura completa, incluindo serviços de coleta de lixo, o que reduz a disposição de resíduos nos igarapés.

Estas iniciativas refletem um comprometimento significativo do Governo do Amazonas com a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável, demonstrando que ações locais podem ter um grande impacto na luta contra a poluição plástica na região amazônica.

spot_img