Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Sedecti participa de reunião sobre programa Amazônia Conectada

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), por meio da Secretaria Executiva de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), participou de uma reunião sobre o programa Amazônia Conectada com o Exército Brasileiro, juntamente com outros órgãos do Governo do Amazonas.

A reunião aconteceu no 4º Centro de Telemática de Área (CTA) do Comando Militar da Amazônia (CMA), na segunda-feira (17/05), e teve como propósito alinhar ações do programa. Entre os pontos debatidos esteve a assinatura de um acordo de cooperação técnica que será firmado entre o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Administração e Gestão (Sead), e o Exército. A minuta do acordo está sendo elaborada pela Sead em conjunto com o Exército.

O programa acontece no Amazonas em parceria com a Empresa de Processamento de Dados do Amazonas (Prodam), que leva infraestrutura de fibra óptica por cabos subaquáticos nos leitos dos rios da Amazônia. Os avanços na conectividade irão possibilitar a expansão do projeto de Telessaúde da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM).

O chefe do Departamento de Extensão Tecnológica e Inovação da Secti, Leonardo Silva, que participou da reunião representando a Sedecti, destacou a importância da expansão da conectividade no estado.

“O acordo que será firmado entre o Exército e o Governo, por intermédio da Sead e Prodam, poderá contribuir de forma significativa com a expansão da conectividade digital no Amazonas. Desse modo, a Sedecti entende que as Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) do estado, bem como as universidades e demais centros tecnológicos e ambientes de inovação, poderão ser impactados diretamente com a chegada da fibra ótica, permitindo o acesso à internet para o desenvolvimento de pesquisas científicas, soluções tecnológicas e na geração de empreendimentos inovadores no interior do estado”, apontou.

Participaram também da reunião o secretário executivo de Gestão de Bens Patrimoniais e Gastos Públicos da Secretaria de Estado de Administração e Gestão (Sead), Fabrício Barbosa, os generais de Divisão, Carlos Dahmer, e de Brigada, Carlos Góes, além do chefe do 4º CTA, tenente-coronel Marcel Carvalho.

O “Amazônia Conectada” está presente em 13 municípios do Amazonas e na zona rural de Manaus, e superou 800 consultas especializadas em menos de sete meses. Segundo o secretário executivo adjunto de Tecnologia da Inovação (Seati) da SES-AM, Francisco Arce, com o avanço da conectividade por fibra óptica, nas unidades de saúde, a meta é ampliar as especialidades médicas do projeto.

FOTO: Divulgação/SES

-publicidade-