Projeto terá material didático com exercícios de Matemática e Língua Portuguesa para estudantes de Ensino Fundamental

Com o objetivo de desenvolver competências pedagógicas para melhorar os resultados dos estudantes do Ensino Fundamental em exames, foi lançado nessa terça-feira (18/06) o programa Aprova Brasil. A iniciativa é uma realização da Secretaria de Estado de Educação do Amazonas (Seduc-AM) com a Editora Moderna, e oferecerá material pedagógico específico, formação para os professores e acompanhamento dos resultados por meio de uma plataforma exclusiva.

O evento de lançamento, realizado no Centro de Ensino de Tempo Integral (Ceti) Gilberto Mestrinho, na zona sul da capital, contou com a presença da coordenadora pedagógica Norte e Nordeste da Editora Moderna, do secretariado da Seduc-AM, gestores das escolas, coordenadores, além da equipe técnica pedagógica, que explanou sobre a execução das etapas do programa e os critérios de seleção das escolas.

“O Aprova Brasil traz ferramentas pedagógicas para nos ajudar a mensurar as dificuldades dos alunos em Matemática e Língua Portuguesa, disciplinas que são, tradicionalmente, nosso maior desafio nas avaliações. É um material pedagógico que permitirá aos alunos desenvolver habilidades nessas matérias de um jeito novo, e a nós, professores, avaliar os pontos de atenção”, afirmou.

Melhorar o Ideb – Inicialmente, o Aprova Brasil será aplicado para alunos dos 4º, 5º, 8º e 9º anos, em escolas da capital e do interior, alcançando 52.212 alunos. As escolas foram selecionadas tendo por base critérios como o Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (Ideb), priorizando-se aquelas com os índices em situação de alerta. Antes da distribuição do material pedagógico, haverá ainda uma etapa de formação dos professores, ressaltada pelo secretário de Educação, Luiz Castro, durante o evento.

“A etapa de qualificação dos educadores para esse projeto é de extrema importância. A qualificação é um dos principais fatores de sucesso da educação: professores precisam ler, estudar e se atualizar. Só assim é possível oferecer em sala de aula uma leitura da realidade que estimule os estudantes”, concluiu o titular da pasta.

Para o secretário adjunto pedagógico, professor Barradas, a iniciativa vem somar às ações voltadas para a avaliação do desempenho dos estudantes, como o exame diagnóstico de preparação para o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), realizado no início do mês.

“Juntamente com o exame, nossa expectativa é aplicar o Aprova Brasil para nos auxiliar na identificação das necessidades dos alunos. Assim, será possível direcionar ações pedagógicas que ajudem no desempenho com as disciplinas de Português e Matemática, foco do projeto e de avaliações como Saeb”, afirmou.

Aprova Brasil – O projeto busca incentivar competências leitoras e matemáticas, por meio de exercícios e simulados, contribuindo para que os alunos tenham um melhor desempenho nas avaliações internas e externas. As atividades estão dispostas em livros didáticos “consumíveis”, com exercícios de matemática e língua portuguesa voltados para o desenvolvimento de habilidades de resolução de problemas e simulação de avaliações nacionais.

O material será apresentado aos professores das escolas estaduais selecionadas em uma formação, qualificando-os para aplicar os simulados e inserir os dados em uma plataforma online.

Os resultados serão mapeados pela equipe pedagógica do Aprova Brasil, que oferecerá uma análise segmentada das competências e sugestões de ações. As ações vão até setembro, período final de preparação dos estudantes para participação na prova do Saeb, realizado nacionalmente em outubro.

Sobre o Saeb – O Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) – de responsabilidade do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) – é um sistema composto por três avaliações externas aplicadas em larga escala, com o objetivo de diagnosticar a Educação Básica do Brasil. Ele acontece a cada dois anos, em anos ímpares.

Em 2017, o Amazonas não entrou na média nacional em Matemática e Português. Na matéria de Exatas, o estado registrou 246,8 pontos em uma escala que varia de 0 a 500 – enquanto a média brasileira é de 270. Em Língua Portuguesa, a nota do Amazonas ficou 19 pontos abaixo da média nacional, com 249 pontos.

FOTO: Cleudilon Passarinho/Seduc-AM