Segurança pública apreende quase 7 toneladas de drogas em nove meses no Amazonas

De janeiro a setembro deste ano, os órgãos do sistema de Segurança Pública do Amazonas apreenderam quase sete toneladas de entorpecentes em todo o Estado. As apreensões são fruto das estratégias de combate ao tráfico de entorpecentes e do cerco às rotas utilizadas para transporte e comercialização de drogas, especialmente no interior do Estado, seguindo as diretrizes estabelecidas pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Segundo dados da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (SEAI), dos 6.720,02 quilos de entorpecentes apreendidos no Amazonas, 5.042,96 mil quilos foi de maconha e 1.677,06 de cocaína. O secretário de segurança, coronel Amadeu Soares, intensificou as operações na capital com base nos registros da mancha criminal e com o objetivo de sufocar bocas de fumo.

“Estamos atuando em todas as frentes de maneira articulada e integrada, com base nas informações da inteligência para agir de forma precisa e sufocar o crime. Trabalhamos na Inteligência, investigando e também aumentando a repressão da violência nas ruas e reforçando o trabalho preventivo nas escolas”, disse o secretário de segurança.

Do total de entorpecentes apreendidos, 32,49% foram em operações realizadas em Manaus, sendo 745,98 quilos de cocaína e 1.437,36 quilos de maconha, totalizando 2.183,34 quilos de drogas retirados de circulação na capital amazonense.

Interior – As operações no interior do Estado resultaram na apreensão de mais de 4,5 mil quilos de entorpecentes. O valor corresponde a 67,5% do total apreendido em todo o Amazonas neste ano.

Os meses com maior volume de apreensão de cocaína no interior do Estado foram janeiro, com 1.932,49 quilos, e agosto, no qual foram apreendidos 798,32 quilos da droga. Quanto à maconha, os meses com maiores apreensões foram abril e setembro, com a apreensão de 450,53 quilos em abril e 188,65 quilos, em setembro.

Entre os municípios com maior volume de apreensões estão as cidades conhecidas por fazerem parte da rota do tráfico de drogas no Estado: Tabatinga, Tefé e Santo Antônio do Içá. Em Tabatinga, de janeiro a setembro deste ano foram apreendidos mais de 1,2 mil quilos de entorpecentes, a maior parte de maconha.

Os números são similares às apreensões em Tefé, onde os órgãos do sistema de Segurança Pública apreenderam 814,52 quilos de drogas. Já em Santo Antônio do Içá, nos primeiros nove meses deste ano foram apreendidos 763,39 quilos de drogas.

Carauari ganhou destaque entre os demais municípios por uma apreensão realizada em abril deste ano. Na época, policiais militares prenderam quatro homens e apreenderam 450 quilos de cocaína pura que estava em um avião de pequeno porte que pousou e abastecia, clandestinamente, no aeroporto do município. A droga estava armazenada em 13 sacos de aproximadamente 30 quilos, vinha da Bolívia e tinha como destino Manaus.

Entre os demais municípios do interior do Amazonas, os com o maior volume de apreensão de drogas foram: Anamã (632,35 quilos), Iranduba (363,87 quilos), Manacapuru (185,67 quilos), Novo Airão (150,06 quilos), Tonantins (74,01 quilos) e Maués (22,02 quilos).