Segurança Pública do Amazonas entrega 1,4 mil computadores para a renovação do parque tecnológico do sistema

Secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Amadeu Soares, entregou 1.443 computadores

O secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Amadeu Soares, entregou 1.443 computadores para a renovação do parque tecnológico de todos os órgãos do sistema de segurança pública nesta terça-feira (16/10). Em todo o Estado, Distritos Integrados de Polícia Civil (DIPs), unidades da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Corregedoria Geral do Sistema de Segurança e Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) serão beneficiados.

Participaram da solenidade, o presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargador Yedo Simões, o secretário executivo da SSP, Coronel Anézio Paiva, o delegado geral da Polícia Civil, Frederico Mendes, o corregedor-geral do sistema de Segurança Pública, coronel Hildeberto Santos, o comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, coronel Mauro Marcelo, e o secretário de Inteligência, Herbert Lopes.

A aquisição dos equipamentos está incluída no pacote de investimentos oriundos do empréstimo realizado pelo governador Amazonino Mendes com o Banco do Brasil para o Programa de Despesas da Capital (Prodecap), conforme explicou o secretário de Segurança Pública. Foram investidos R$ 6,3 milhões com os novos computadores da marca DELL, com cinco anos de garantia. A aquisição foi por meio de uma ata de registro de preços do Tribunal de Justiça do Maranhão.

“Trata-se de uma máquina bastante robusta e a ata oferecia muitas vantagens em função de este ser um equipamento bom e ter uma garantia de cinco anos. Agradeço à ajuda que o desembargador nos deu intercedendo junto ao Tribunal de Justiça do Maranhão pra que pegássemos carona na ata”, afirmou o coronel Amadeu Soares.

Ainda conforme o secretário de Segurança, o investimento nos computadores se enquadra no que está previsto no projeto de governo Guardiam 24h, que abrange quatro eixos, a Inteligência, a Integração, o Treinamento e a Tecnologia.

“É animador quando a gente vê os órgãos de segurança do Estado aderindo a essa era tecnológica. Só se combate a violência através do uso de equipamentos, que garantem maior preparo na Inteligência para se antecipar ao crime para defender a população. Os órgãos de segurança hoje, com esse reforço, poderão prestar um serviço melhor”, afirmou o desembargador Yedo Simões.

Prodecap – O Prodecap totaliza investimentos de R$ 30 milhões e, até dezembro, deve fortalecer a atuação das Polícias Civil e Militar, Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) e Corpo de Bombeiros.

De acordo com o chefe do Departamento de Planejamento e Controle de Projetos e Convênios (Deplan/SSP-AM), investigador Antônio Felipe Pereira de Souza, dentro do plano de melhorar o atendimento à população nas unidades policiais, 497 condicionadores de ar foram adquiridos e serão distribuídos.

Além disso, 400 motocicletas serão adquiridas por meio do Prodecap e devem ser entregues até o fim do ano, uma vez que o secretário de segurança já pediu urgência na demanda. “Com a aquisição das motos, queremos ter de volta na rua aquele policiamento que ‘fura’ o asfalto de tanto patrulhar e que a população está sentindo falta para trazer de volta a chamada sensação de segurança”, disse Amadeu Soares.

Outros equipamentos incluídos são embarcações para as ações de patrulhamento nos rios e combate ao tráfico de drogas, especialmente na fronteira do Estado, caminhão auto bomba tanque para o Corpo de Bombeiros, equipamentos para as ações de inteligência da SSP-AM, além de mobiliário e fonte externa para helicópteros.

Segundo o Deplan, o caminhão auto bomba tanque do Corpo de Bombeiros está em fase de empenho e a aquisição das 400 motocicletas custará R$ 11 milhões, sendo adquiridas por meio de uma ata de registro de preços da Polícia Militar do Ceará.

Maior investimento em três anos – A segurança pública no Amazonas vai alcançar o maior volume de investimentos dos últimos três anos em 2018, conforme dados da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz). Só de recursos previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA), a área empenhou investimentos da ordem de R$ 19,5 milhões até setembro, um crescimento de 420% na comparação com o montante empregado durante todo o ano passado. O orçamento da segurança pública em 2018 voltou a crescer e totalizará R$ 1,6 bilhão.

Em 2017, a fatia de verbas da LOA destinada investimentos na segurança pública minguou em R$ 3,7 milhões. Foi o menor volume de investimentos desde 2004, quando a Sefaz começou a utilizar o sistema eletrônico.

Além da verba do orçamento próprio, prevista na LOA, a segurança está contando com R$ 30 milhões do Prodecap e outros R$ 500 mil de repasses federais para aquisição de fuzis.