Take a fresh look at your lifestyle.

Sejusc leva campanha ‘16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher’ ao Centro de Manaus

-publicidade-

Equipes percorreram as feiras e mercados da região portuária e “Ônibus da Mulher” ofereceu atendimentos psicossociais

Em alusão aos “16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher”, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) realizou, nesta quinta-feira (26/11), uma ação de conscientização na área central de Manaus. As equipes percorreram as feiras da região portuária, levando informação sobre a campanha, além dos serviços oferecidos pelo “Ônibus da Mulher”.

O secretário William Abreu, titular da Sejusc, reforçou a importância da programação, que incluirá, até o dia 9 de dezembro, rodas de conversa, fiscalizações em restaurantes e entrega de informativos em terminais de ônibus.

A gerente do projeto Nova Rede Mulher, Karolina Aguiar, ressaltou que a ação de hoje contou com o “Ônibus da Mulher’, unidade de atendimento social e psicológico da Sejusc. Ela destacou o valor da campanha para a população.

“Hoje a nossa ação foi no Centro de Manaus, no mercado Adolpho Lisboa, Feira da Banana e embarcações para que nós levássemos a informação sobre os 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher. Ali, é uma área onde temos uma grande concentração de mulheres, homens e trabalhadores”.

Origem – A campanha “16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher” é um período que marca o 25 de novembro, onde se comemora o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres. A data foi estabelecida no Primeiro Encontro Feminista Latino-Americano e do Caribe realizado em Bogotá, Colômbia, no ano de 1981. Ela é uma homenagem às irmãs Birabal que foram brutalmente assassinadas pelo ditador Rafael Leónidas Trujillo, em 25 de novembro de 1960. As três foram assassinadas por serem ativistas e lutarem por seus direitos.

FOTO: Divulgação

-publicidade-