O município de Boca do Acre (a 1.028 quilômetros de Manaus) recebeu, nesta quarta-feira (22/05), a oitava oficina regional do processo de elaboração do Plano Estadual de Recursos Hídricos do Amazonas (PERH-AM). O evento foi realizado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) no centro multifuncional instalado na cidade.

Segundo o secretário estadual do Meio Ambiente, Eduardo Taveira, a realização das oficinas é essencial para o planejamento de uso sustentável dos recursos hídricos no estado do Amazonas. “O plano visa dar diretrizes para o ordenamento da água, seja no processo industrial, no processo de crescimento agropecuário ou até mesmo no abastecimento para consumo humano”, destacou.

A oficina em Boca do Acre contou com a participação de mais de 50 pessoas, entre representantes das populações indígenas, acadêmicos da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), trabalhadores rurais, bem como servidores da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), da Prefeitura e de secretarias municipais.

Os participantes da oficina discutiram a contextualização e elaboração do Plano Estadual de Recursos Hídricos. O debate ajudou a identificar problemas relacionados ao abastecimento de água para as agroindústrias de agropecuária, assim como o uso do recurso para abastecimento público.

Ao todo, já foram realizadas oficinas em oito municípios. A nona será realizada no município de Eirunepé, no próximo dia 30 de maio. Manaus receberá ainda a oficina de encerramento da elaboração do plano, na qual serão apresentadas a validação das diretrizes.

O processo de elaboração do Plano Estadual de Recursos Hídricos é resultado da parceria entre o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e a Sema, com recursos do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA).

FOTO: Divulgação/Sema