Take a fresh look at your lifestyle.

Semana de Internacionalização da UEA apresenta informações sobre mobilidade acadêmica

-publicidade-

“Internacionalizar é nossa inspiração. É sair da nossa zona de conforto para tentar algo diferente”. Com base em pensamentos como o da coordenadora de mobilidade da Universidade do Porto, Luísa Capitão, que a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) busca sempre abrir as portas para alunos e comunidade acadêmica geral para oportunidades de intercâmbio.

Nesta semana, a UEA deu início a uma série de palestras e reuniões entre representantes de universidades estrangeiras com alunos e professores. Entre as palestras de destaque, um bate-papo com alunos de vários cursos na Escola Normal Superior (ENS) promoveu o encontro da comunidade UEA com a Coordenadora de Mobilidade da Universidade do Porto. Ela falou sobre a mobilidade acadêmica e candidaturas de alunos amazonenses para intercâmbio em instituições de ensino na Europa.

“A estrutura da cidade do Porto, por exemplo, oferece aos estudantes ótimas experiências que eles só poderão encontrar no intercâmbio”, afirmou. Durante a explanação, a coordenadora elencou ainda alguns programas que levam estudantes de várias nacionalidades para a Europa, como o Erasmus Students e o Non-Mobile Students.

Nesta sexta-feira (11), qualquer aluno da UEA que tenha tido experiência acadêmica no exterior está convidado a participar do Fórum que será realizado das 14 às 17h30, no Centro de Capacitação Samsung Ocean. A participação no Fórum dará ao participante certificado de horas complementares. Ao final do evento, o grupo musical Arns Animal fará uma apresentação para os participantes. Para garantir a participação, basta enviar nome para [email protected] e informar no título do email “Fórum Sinter”.

“O intercâmbio proporciona aos estudantes visita a outras organizações além dos benefícios encontrados na Universidade do Porto, por exemplo”, acrescentou Luísa Capitão, destacando a importância da Assessoria de Relações Internacionais da UEA. “Os alunos precisam estar sempre em contato com a assessoria para que tenham todo o suporte necessário. Durante o intercâmbio, a equipe da ARI acompanha os intercambistas em suas principais atividades”, disse.

1ª Semana de Internacionalização

A 1ª Semana de Internacionalização (SINTER) da UEA teve início na segunda-feira (7), contando com a participação de 200 inscritos, entre alunos, professores e servidores da Universidade, com o objetivo de compartilhar conhecimento no que concerne à internacionalização acadêmica e fornecer informações sobre programas de intercâmbio. A abertura ocorreu no auditório da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA).

A programação conta com a participação de nove pesquisadores estrangeiros. “É um momento em que a comunidade acadêmica da UEA pode conversar com o mundo. A Universidade possui hoje 44 acordos de cooperação técnica com 24 países, de quatro continentes. Isso nos traz várias oportunidades de intercambio, fortalecimento da ciência, tecnologia, inovação e conhecimento. A UEA abre suas portas e janelas para o mundo”, disse o Reitor da UEA, Cleinaldo Costa.

A programação do Sinter 2016 acontece na Escola Normal Superior (ENS), Escola Superior de Tecnologia (EST), Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA), Escola Superior de Ciências Sociais (ESO) e na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon).

O evento busca, ainda, encorajar os estudantes, docentes e servidores a abraçar e desfrutar das oportunidades a que têm acesso. Cada uma das unidades que compõem nossa instituição na capital sediará um dia de sessões informativas, palestras de visitantes estrangeiros e atividades culturais. Toda a programação está sendo transmitida para alunos da UEA no interior do estado.

A programação conta com a participação do professor da Southern Illinois University, Andrzej Bartke (EUA), da professora da Universidade do Porto, Luísa Capitão (POR), do professor da Universidad Nacional de Tres de Febrero, Rodolfo Funes (ARG), da professora da Univeristy of Western Australia, Erika Techera (AUS) e do Assessor de Relações Internacionais da Universidade da Madeira, José Manuel Baptista (POR), além do Presidente da Associação Brasileira de Educação Internacional (FAUBAI), Jose Celso Freire.

Internacionalização ao alcance de todos

A UEA já começou a investir no fortalecimento de ações para promover a internacionalização. O objetivo é colaborar na formação de alunos, professores e servidores e criar mecanismos para incentivar o intercâmbio. Entre elas, está a regulamentação do oferecimento de disciplinas optativas ministradas em língua estrangeira nos cursos de graduação, mediante a resolução 47/2015.

De acordo com a Resolução, a oferta da disciplina está condicionada a existência de professores que possuam carga horária disponível e domínio de conteúdo programático na língua estrangeira. Além disso, não poderão ser oferecidas, por disciplina, menos de 12 e mais de 60 vagas, salvo situações peculiares aprovadas pelo Conselho Acadêmico da Unidade.

Sobre a Assessoria de Relações Internacionais

A Assessoria de Relações Internacionais (ARI/UEA) é um órgão de assessoramento que tem como objetivos trabalhar a inserção internacional da Universidade, divulgar oportunidades no exterior para discentes e docentes, bem como trabalhar a mobilidade internacional.

-publicidade-