Com a finalidade de garantir a proteção dos direitos de crianças e adolescentes, a Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação (Semasth) elaborou um plano de atividades da rede de proteção aos menores para as festividades de carnaval e os três dias de Carnailha 2015.

Até dia 13, quinta-feira, os profissionais da Semasth irão divulgar a programação nas mídias locais, com o objetivo de mobilizar a sociedade parintinense contra o trabalho infantil, abuso sexual entre outras problemáticas, bem como irão realizar panfletagens e colar cartazes em pontos estratégicos da cidade.

Do dia 14 ao dia 17 de fevereiro, as equipes irão realizar intervenção em bares, lanches e todos os pontos de vendas de bebidas na Praça dos Bois e no local do Carnailha, para verificar se há algum caso de violação de menores. Serão cerca de 300 profissionais de instituições municipais e não governamentais atuando também por meio de sensibilização dos foliões, com o objetivo de orientá-los a brincar o carnaval, sem violar os direitos de crianças e adolescentes.

De acordo com o secretário de assistência social, Wanderley Ribeiro, a rede de proteção terá o tema “Brinque o Carnaval, mas não brinque com os direitos de nossas crianças. “Pedimos a compreensão da população para que possamos tomar frente dessa situação e não deixar que crianças e adolescente tenham seus direitos violados, já que nos períodos de festas esses tipos de casos aumentam no município” destacou.