Sepror certifica caseiros rurais da comunidade do ramal do Brasileirinho

O curso de Capacitação de Caseiro Rural, realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário Sustentável do Amazonas (Idam), foi encerrado na tarde desta sexta-feira (25/06), com aulas práticas e teóricas e a entrega de certificados para 25 participantes atendidos da comunidade do ramal do Brasileirinho, no Jorge Teixeira.

A segunda turma do curso, que teve início no dia 21 de junho, foi conduzida pelo Departamento Pedagógico (Depe) e teve como objetivo capacitar produtores da área rural, oferecendo a oportunidade de fomentar o setor primário, ingressando no mercado de trabalho qualificado.

O curso foi criado com a proposta de atender a demanda de proprietários de terrenos no estado, muitos dos quais não conseguem estar 100% dedicados ao seu negócio, por conta de ter outra fonte de renda dentro da capital, o que acaba por prejudicar a produção e o bem-estar da sua propriedade.

“O curso de capacitação do Caseiro Rural veio para trazer ao estado do Amazonas profissionais capacitados para cuidar daquela residência rural, à qual o proprietário não pode estar integralmente ligado, além de cuidar da residência, saber usar equipamentos como uma roçadeira e adubar uma terra, por exemplo”, declarou a gerente do Depe, Eliane Craveiro.

A comunidade do Brasileirinho, foi contemplada pelo curso somente agora, por conta da pandemia e as atividades tiveram que paralisar, retornando neste ano.

“Saber aplicar essas técnicas aprendidas aqui sobre a agricultura é importante para dar um fomento e uma chance maior de conseguir um emprego, capacitando e auxiliando o dono da propriedade com equipamentos e técnicas apuradas”, disse o vice-presidente do ramal do Brasileirinho, Dan Cunha.

Primeira turma – A primeira turma do Curso de Caseiro Rural aconteceu entre os dias 14 e 18 de junho, no Ramal do 14, Puraquequara, onde também foram certificados 25 participantes.

FOTO: Djalma Júnior