As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Sepror já capacitou mais de 5 mil pessoas em 2019

Gov Agricultura

Visando a capacitação de produtores rurais, estudantes e público em geral, que tenham interesse no crescimento profissional no setor primário, a Secretaria de Produção Rural do Estado do Amazonas (Sepror), por meio do Departamento Pedagógico (Depe), realizou de janeiro a outubro deste ano cerca 60 cursos de capacitação, entre presenciais e on-line. Mais de 5 mil pessoas de 24 municípios do estado do Amazonas foram capacitadas.

Entre as formações oferecidas, esteve a de gestão mercadológica, com a participação de comunitários agrícolas. Além disso, foram ministrados cursos nas áreas de citricultura, avicultura, suinocultura, boas práticas de queijaria, cultura do açaí, boas práticas agrícolas, entre outros.

“O caminho para desenvolver o interior passa necessariamente pela profissionalização do setor agropecuário, e isso só será possível com recursos humanos capacitados, produtores rurais e técnicos. Continuaremos as parcerias oferecendo treinamentos teóricos e práticos”, informou o titular da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior.

Trabalhando com agricultura familiar há mais de 30 anos, o microempresário e agricultor, José Nilson Marinho, conta que desde que começou a acompanhar técnicos agrícolas, com intuito de melhorar o plantio das frutas e verduras que produz, voltou a estudar e quis se aperfeiçoar com o curso de gestão mercadológica oferecido pela da Sepror.

Para ele, o momento é de aprendizado, para que possa seguir crescendo no setor primário, no ramal do Brasileirinho, onde atualmente produz cerca de 2 mil itens, entre frutas e hortaliças.

“Tenho minha produção e faço tanto o trabalho de plantio quanto o de venda, com a minha família. Meu grande sonho é que daqui dez anos eu possa ter meus funcionários e ficar apenas administrando. Tenho certeza que este curso sobre gestão vai me ajudar a crescer e realizar meus sonhos”, destacou.

Para 2020 – Para o ano que vem, a Sepror irá realizar inovações em relação a capacitação, com o objetivo de atingir mais agricultores que atuam no setor primário e o público em geral.

“O Sistema Sepror está buscando uma nova roupagem para diversificar as capacitações ao público-alvo”, garante a chefe do Depe/Sepror, Elizabeth Castro.

Ainda de acordo com Elizabeth, as futuras mudanças terão o objetivo de criar ações, bem como de investir em projetos de formação de técnicos, produtores, e público em geral, para agregar conhecimento, valor e o desenvolvimento do setor primário.

Para a realização dos cursos, o Sistema Sepror contou com a parceria das vinculadas, o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) e as agências de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf) e de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS).

Atuaram em parceria com o Sistema Sepror também a Secretaria de Estado de Educação e Desporto, Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam), Associação dos Criadores de Ovinos e Caprinos do Estado do Amazonas (Acocam), Instituto Federal do Amazonas (Ifam), Organização de Cooperativas do Brasil (OCB), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), Centro de Mídias de Educação (Cemeam), entre outros órgãos que contribuíram com aulas teóricas e práticas para os estudantes.

FOTO: Arquivo/Sepror

você pode gostar também