As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Sepror recebe as vacinas para a Campanha de Combate à Febre aftosa

Fiscais do Sistema Sepror receberam o carregamento com 375 mil doses de vacina na quinta-feira (1º/02). A carga de 82 caixas está na câmara frigorífica da secretaria e é destinada às duas fases da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa deste ano.

Todo o ciclo de combate à febre aftosa, desde a aquisição das vacinas até a confirmação da vacinação, tem a integração do Sistema Sepror, com servidores da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) e da Agência de Defesa Agropecuária e Animal (Adaf).

Como funciona – A Sepror, por meio de licitação, investiu R$ 543 mil na aquisição das vacinas para a campanha de 2018. Em seguida, elas serão distribuídas para as unidades locais do Idam dos municípios (participantes de cada etapa), onde serão comercializadas, com subsídio estadual de 60% do valor de cada vacina.

Inclusive, cabe à Adaf a missão de fiscalizar a recepção e o armazenamento, na chegada da vacina, bem como o acompanhamento e envio das mesmas às unidades do Idam. Depois de imunizar o gado, os pecuaristas voltam ao escritório para a notificação.

Fiscalização da Adaf – A agência elabora, coordena e executa a política de defesa agropecuária do Estado. Dentro deste trabalho, está a campanha contra a febre aftosa. “Essa fiscalização é realizada em casas agropecuárias credenciadas pela Adaf e no Idam onde se tem dificuldade devido à questão logística e também econômica dessa vacina chegar em condição apta”, destacou o diretor-presidente da Adaf, Sérgio Muniz.

Conservação – Segundo o órgão, a vacina deve ser mantida em geladeira (temperatura correta de conservação entre 2° e 8° C). A primeira etapa da campanha “Amazonas Sem Aftosa inicia no dia 15 de março em 41 municípios do Amazonas e segue até o dia 30 de abril. Desses, 27 vão receber as doses com o subsídio do Governo do Estado e poderão adquirir a vacina nas unidades locais do Idam. Os demais devem adquirir em casas agropecuárias credenciadas pela Adaf.

Defesa sanitária animal – Esta atividade faz parte das ações de defesa sanitária animal para promover a erradicação da doença em todo o Estado, de acordo com as diretrizes do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que tem como estratégia principal a implantação progressiva e manutenção de zonas livres da doença, de acordo com as diretrizes estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

você pode gostar também