O documento atesta que o processo de reciclagem realizado pelo órgão é adequado para a destinação final de resíduos

Nesta segunda-feira (14/01), o Sistema Sepror (ADS, Adaf, Idam, Sepa e Seapaf) recebeu um certificado de destinação final de resíduos, que atesta que a reciclagem realizada pelo órgão é adequada. O documento foi entregue pela H2O da Amazônia, empresa voltada à preservação ambiental.

Preocupado com a quantidade de lixo gerado diariamente, o Sistema Sepror, por meio da Secretaria Executiva Adjunta de Política Agrícola, Pecuária e Florestal do Amazonas (Seapaf), mantém um projeto de coleta seletiva. Com o apoio dos servidores, o órgão arrecadou cerca de 40 litros do descarte de óleo/gordura, gerado por frituras, assados e cozidos.

A ação conta com a parceria da H2O da Amazônia, que recolhe mensalmente o material, destinando o produto para os órgãos competentes que fazem a separação do descarte do óleo e utilizando o reaproveitamento para a produção de sabão, ração, combustível, entre outros. Além disso, a empresa disponibiliza uma gratificação para o órgão, com a doação de materiais de limpeza e higiene, com objetivo de incentivar os funcionários a doar o óleo usufruído.

O projeto da coleta seletiva foi criado pelo servidor público da Seapaf/Sepror, Jarbas Breves da Silva, visando conscientizar os funcionários do Sistema Sepror e seus familiares, levando a educação ambiental para suas residências. “O objetivo maior deste projeto é promover a educação ambiental, estimulando à comercialização de materiais recicláveis, a compostagem e tudo o que visa a melhoria do meio ambiente e do local onde vivemos”, explica Jarbas.

Ação para 2019 – O criador do projeto, Jarbas Breves da Silva, afirmou que a coleta seletiva do óleo recolhido é apenas o ponto de partida para a conscientização dos servidores do Sistema Sepror. “A previsão para 2019 é que também sejam realizadas palestras e produção de folderes para que a informação circule de forma rápida. Também faremos a coleta de materiais plásticos, vidros, metálicos, papel e material radioativo, como pilhas, baterias, entre outros”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here