Serviço de Psicologia da FCecon promove palestras de prevenção ao suicídio

O Serviço de Psicologia da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (Susam), realizará, nesta sexta-feira (28/09), palestras de prevenção ao suicídio, em alusão à campanha “Setembro Amarelo”. As palestras vão ocorrer na sala de espera do ambulatório, de 8h às 11h, e no auditório da unidade hospitalar, das 14h às 17h, localizado na rua Francisco Orellana, nº 215, bairro D. Pedro, zona centro-oeste.

Conforme a chefe do serviço de psicologia da FCecon, Graciete Ribeiro, as palestras são abertas ao público e o objetivo é informar e esclarecer dúvidas de pacientes, acompanhantes, funcionários e colaboradores sobre os sintomas, precauções, mitos e verdades sobre o tema. As palestras serão ministradas pela chefe do serviço, além dos psicólogos Sandro Soares e Larissa Lins.

Durante o evento, também serão realizadas terapias integrativas, com apresentação de um vídeo de prevenção ao suicídio e distribuição do símbolo da campanha “Setembro Amarelo”.

Segundo Graciete Ribeiro, é fundamental falar sobre suicídio, porque funciona como um alerta para estar preparado para auxiliar quem precisa. “Deve-se saber ouvir o outro, pois qualquer pessoa pode passar por uma situação semelhante de suicídio, seja com parentes, amigos ou familiares. Contudo, o tema ainda é pouco debatido, devido ao preconceito”, alertou.

Setembro Amarelo – É uma campanha nacional de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015, pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). O objetivo da campanha é promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio e divulgar o tema, alertando a população sobre a importância de sua discussão.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 800 mil pessoas se suicidam em todo o mundo. A cada 40 segundos alguém comete suicídio. Os homens lideram a maioria dos casos com 79%. O suicídio também é a segunda maior causa de mortes entre jovens de 15 a 29 anos, responsáveis por 7,3%, ficando atrás somente de acidentes de trânsito. O Brasil aparece em 8° lugar no ranking mundial de suicídio.