As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Servidores públicos ou privados, somos força de trabalho, irmãos, Nação!

As observações de ontem (14), sobre os benefícios do funcionalismo não foram contra o funcionário, que, a rigor, óbvio que merece tudo de que dispõe, pela luta diária por seus direitos. Apenas em relação aos trabalhadores da iniciativa privada, está claro que o servidor sai em vantagem, afinal, o regime é diferente, menos “puxado”, como diriam nossos pais, e, de acordo com as novas regras, digamos, situação menos escravagista.

Funcionários públicos ou privados obviamente merecem todo o nosso respeito e, por isso mesmo, tudo o que conquistam com duas lutas. Ocorre, porém que, sob a administração de gestores temporários, acabam percebendo destes algum benefício, de acordo com o humor e interesses desses dirigentes que ocupam postos políticos. Alguns, tanto aqui como ali, alcançam nota máxima de seus comandados, ao final da gestão.

Saem bem vistos e bem avaliados junto à classe, que confirmam: “esse é um cara legal! Tomara que volte logo!”, quando a avaliação é positiva. Servidores, públicos ou privados, não devem esquecer, porém, que, de qualquer forma, são força de trabalho e, por sobreviverem graças aos impostos recolhidos junto aos contribuintes – que somos todos nós – devem respeito não apenas ao gestor que foi “legal” no cargo, mas a si próprios, afinal, atuando no setor público ou privado, estaremos sempre, sempre sendo remunerados, na verdade, pelo que geramos em impostos para o ente chamado Governo: que elegemos e alimentamos, bem até demais! Não é difícil entender isso!

você pode gostar também