Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

SES-AM apresenta ‘Saúde Amazonas’ a gestores da Semsa-Manaus

A reunião faz parte das ações de reaproximação técnica entre as secretarias de saúde do Estado e do município

O secretário de Estado de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, apresentou nesta sexta-feira (19/03) o programa Saúde Amazonas aos gestores da Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa-Manaus). Na ocasião, o secretário também assinou um termo de cooperação técnica e uma portaria conjunta com a secretária interina de Saúde do município, Aline Rosa Martins.

O programa Saúde Amazonas foi lançado em setembro de 2020, com a missão de modernizar a rede estadual de saúde, tendo como metas a ampliação de leitos; o fortalecimento da transparência e controle; a valorização dos servidores e melhorar a qualidade dos serviços prestados à população.

Ao apresentar os eixos do Saúde Amazonas, Marcellus Campêlo ressaltou a relação de parceria entre os dois órgãos e convidou os gestores da Semsa-Manaus a colaborarem com o projeto, por entender que muitas das ações em saúde devem ser executadas de forma integrada entre Estado e prefeitura.

“Viemos mostrar a equipe da SES-AM e o Saúde Amazonas, com suas nove ações. Muitas dessas ações acontecerão na capital e por isso é necessário o envolvimento da Semsa-Manaus, para que os projetos obtenham êxito”, destacou Marcellus Campêlo.

Reaproximação técnica – Aline Rosa Martins lembrou que SES-AM e Semsa-Manaus sempre caminharam juntas. E as novas gestões das duas pastas estão resgatando essa boa relação técnica.

“Essa reaproximação técnica vai ser muito importante, porque vamos avançar em projetos que de alguma forma estavam parados, em ações que tinham que caminhar de forma bipartite. Com a proposta do Saúde Amazonas, a gente volta a trabalhar em conjunto e isso só faz bem para todos”, declarou Aline Rosa.

Marcellus Campêlo e Aline Rosa assinaram um termo de cooperação técnica que permite a disposição mútua de servidores da área de saúde entre o município e a SES-AM.

A parceria prevê que uma secretaria coloque à disposição da outra até 100 servidores do seu quadro efetivo, explica o chefe do Departamento de Gestão de Recursos Humanos (DGRH) da SES-AM, Mário Ernani Mendonça.

“Essa troca de expertise entre as duas secretarias ajuda muito no trabalho das duas secretarias. É uma parceria que havia sido firmada em 2018, foi interrompida, e hoje a gente retoma com força total”, comentou Mário Ernani.

Proposta de SVO na capital – Na mesma reunião, os titulares da SES-AM e Semsa-Manaus assinaram uma portaria conjunta, constituindo um grupo de trabalho para elaborar uma proposta de criação de um Sistema de Verificação de Óbito (SVO) na capital.

Para o subsecretário da Gestão em Saúde da Semsa-Manaus, Djalma Coelho, a criação de um SVO em Manaus é um dos exemplos de projetos cuja execução depende do trabalho em conjunto entre Estado e município.

“A gente tem que sempre trabalhar programas em parceria, da construção à execução. Cada um para um lado é desperdício de tempo, energia e recursos”, pontuou Djalma.

O SVO é o responsável por determinar a causa do óbito, nos casos de morte natural, sem suspeita de violência, com ou sem assistência médica, sem esclarecimento diagnóstico e, principalmente, aqueles por efeito de investigação epidemiológica.

O seu objetivo é constatar o esclarecimento da causa da morte para aperfeiçoar a qualidade da informação sobre mortalidade, colaborando assim no aprimoramento da construção e implantação de políticas públicas de saúde.

FOTO: Divulgação/SES-AM

-publicidade-