SES-AM e FVS-RCP orientam população sobre vacinas contra influenza e Covid-19

Imunização é principal estratégia para evitar casos de Síndromes Respiratórias Agudas Graves

A vacinação contra a Covid-19 se tornou prioridade em todo o país por conta da pandemia, mas a campanha anual de vacinação contra a influenza também deve ser motivo de atenção da população. A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) e a Fundação de Vigilância em Saúde Doutora Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) ressaltam a importância de concluir as duas vacinações.

A população deve priorizar a vacinação contra a Covid-19, conforme orientação do Ministério da Saúde, entretanto, 15 dias após o recebimento da primeira dose ou da dose única, deve ser procurado um posto de saúde nos municípios para recebimento da vacina contra a influenza. Para quem ainda não foi contemplado para iniciar a vacinação contra a Covid-19, já pode providenciar a vacinação contra a influenza.

O diretor-presidente da FVS-RCP, Cristiano Fernandes, destaca que as secretarias municipais de saúde, responsáveis pela operacionalização da campanha, devem se organizar para aplicar todas as doses em estoques.

“A vacina contra a influenza, assim como a Covid-19, é a principal estratégia para evitar casos de Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG), por isso, a imunização contra a influenza continua sendo extremamente importante”, afirmou.

A chefe do Departamento de Atenção Básica e Ações Estratégias (Dabe) da SES-AM, Viviana Almeida, enfatiza que se há vacina disponível para controlar qualquer doença, a população deve procurar se imunizar.

“Todo ano a vacina é atualizada com a variante, com a cepa da influenza que está circulando, e a vacina é produzida a cada ano. Por conta disto surge a importância de fazer a vacinação anualmente da influenza, já que cada vacina protege contra uma cepa diferente”, explicou Viviana.

Campanha – No último sábado (03/07), o Ministério da Saúde abriu a vacinação contra a influenza para toda a população a partir de 6 meses, além dos grupos prioritários. No estado, com o avanço da vacinação contra a Covid-19 nos municípios do interior, também é permitida essa ampliação da vacinação contra a influenza para todas as faixas etárias.

Municípios como Codajás, Tabatinga, Humaitá, Canutama e Fonte Boa são exemplos de alguns municípios que já realizaram campanhas de intensificação da vacinação contra a influenza, “Dias D”, e já se preparam para realizar novas ações.

O estado está com uma cobertura vacinal contra a influenza em 36% até esta quarta-feira (07/07). Até a terça-feira (06/07), as maiores coberturas vacinais da campanha eram de puérperas (66,6%), seguido por povos indígenas (60,3%), trabalhadores da saúde (60%), gestantes (55,4%), crianças (46,1%), idoso (30,2%). Os dados constam no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI).

Na capital estão sendo vacinados os grupos prioritários e, para avançar, a Prefeitura de Manaus vai realizar, neste sábado (10/07), o Dia D de vacinação dos grupos prioritários e tem a expectativa de abrir para todas as faixas etárias a partir da próxima segunda-feira (12/07).

FOTO: Lucas Silva/Secom