Take a fresh look at your lifestyle.

Sesc Arte de Rua reúne representantes do Hip Hop em live nesta sexta-feira

-publicidade-

Participam da live Mia Montreal, Dj Carapanã, Victor Xamã, Jander Manauara e o grupo Panorando

O Sesc Arte de Rua reúne nomes locais do Hip Hop em live nesta sexta-feira (18), às 19h. O encontro será transmitido pelas redes sociais da instituição (@sescamazonas) e contará com a participação da grafiteira Mia Montreal, do Dj Carapanã, dos rappers Victor Xamã e Jander Manauara além do grupo de Street Dance Panorando.

A programação da edição 2020 do Arte de Rua contará com workshops de grafite, street dance e beat além de intervenções artísticas (ao vivo) e roda de conversa com as temáticas da arte urbana que tiveram seu início no gênero musical hip hop.

O Arte de Rua tem a proposta de contribuir para a difusão e a divulgação dos trabalhos regionais dentro da cena do Hip Hop, com adição de demonstrações e recortes dentro do contemporâneo e, assim, proporcionar ao público, através das linguagens de artes cênicas (dança), artes visuais (grafite), e música (performance de rap e discotecagem), uma experiância sócio-educativa e cultural desta subcultura local.

Artistas em destaque

Mia Monterio:Carolina Monteiro é uma escritora de grafite que traz em seu trabalho as visões da street art. Atuante na cena desde 2005 traz consigo a representatividade amazônica, indígena, negra, em contextos feministas e buscando o empoderamento feminino na cena do grafite, tornando-o uma forma de expressão e um instrumento para fomentar reivindicações comuns ao universo feminino, tais como: igualdade de gênero, respeito ao corpo, identidade e às diversidades brasileiras.

Panorando:Recorte do Espetáculo Contemporâneo SODADE.

A rede de artistas Panorando se propõe a horizontalizar diferentes produções considerando contextos que relacionam aspectos da dramaturgia corporal baseados em pesquisas. Como o espetáculo Sodade, o qual nasceu a partir de provocações sobre o imaginário nordestino, abordando crenças e atmosferas de “nordestes” em diferentes épocas.Um recorte deste espetáculo será apresentado ao vivo, na demonstração da evolução e união do street dance a cultura contemporânea na dança.

Dj Carapanã:Atua na cena de disc jockey desde 2001, discotecando em eventos cotidianos para grupo de rappers e dançarinos de breaking (bboy´s e bgirl´s). Também já atuou como representante e instrutor de Projetos relacionados ao Hip Hop em Escolas. Como produtor musical a partir de 2010 de forma independente e com total autonomia produziu vários grupos de RAP locais, adquirindo vasta experiência como editor musical.

Victor Xamã:Atuante na escrita e na produção musicaldentro e fora da cidade deManaus. Possui grande reconhecimento nacional e atualmente em seus trabalhos busca um regionalismo caricato para retratar a região amazônica com elementos sonoros do contexto musical local.Em seus trabalhospodem-seobservar técnicas bem trabalhadas de beats, através das suas letras e da preparação sonora, com forte representatividade ao rap eaoHip-hop.

Jander Manauara:Rapper Amazônida, atuante na cena do hip-hop há mais de 14 anos. Realizaperformances como rapperna cidade,trazendode forma peculiar o enredo e a representatividade amazônica das ruas como fator principal no qual coleciona três prêmios musicais e alguns discos produzidos.Jander tambématua, principalmente,como produtor cultural em coletivos dentro domovimentoHip Hop.

Foto: Divulgação

-publicidade-