As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

“Shot da imunidade” ajuda a fortalecer defesas naturais do organismo

Nutricionista dá receita de bebida caseira que reforça o sistema imunológico

Com a chegada do inverno é chegada também a temporada dos resfriados, gripes e inflamações de garganta. Uma boa forma de se antecipar e fugir dessas doenças de ocasião é manter a imunidade alta. Para a nutricionista Aline Polesi, a chave para ter uma boa imunidade é uma alimentação equilibrada, que combinem diversas vitaminas e minerais e ácidos graxos, associado a uma rotina de exercícios e descanso regulares. Mas ela destaca que é possível impulsionar, de forma natural, o sistema de proteção humano. “Existem alimentos que ajudam a estimular a produção de células de defesa do corpo, como os linfócitos e os macrófagos, e assim fortalecem nossa imunidade”, explica.

Entre os que a nutróloga mais prescreve estão a própolis, a cúrcuma (açafrão da terra), o gengibre, o mel e o coco, e seus derivados. Ela inclusive toma toda noite antes de ir dormir uma mistura desses ingredientes que ela batizou de “shot da imunidade”. “Essa é uma mistura que eu passo regularmente para meus pacientes, mas que eu também tomo toda noite de para dar uma ‘forçinha’ para meu sistema imunológico”, conta Aline.

A própolis é rica em flavonoides e ácidos terpenos e diversas vitaminas, juntos eles fazem um conjunto de fito químicos que favorecem a imunidade. O gengibre, além de ser um anti-inflamatório natural, combate a proliferação de vírus e bactérias, e é rico em vitaminas C e B16. Já a cúrcuma tem como bioativo a curcumina que é antioxidante, anti-inflamatório e antiviral. O mel é bactericida e é um estimulante natural das células de defesa, além de incentivar a destruição de agentes estranhos ao corpo.

O coco é, talvez, alimento mais completo do grupo porque é possível destacar vantagens em diversos dos seus elementos. “O coco é um alimento bem versátil. O óleo do coco é rico em ácidos graxos, especificamente o ácido láurico. Sua carne é fibrosa que favorece o funcionamento do intestino. Além da própria água da fruta que hidrata”, explica a nutricionista. O ácido láurico, que é um dos componentes do leite materno humano, possui a capacidade de aumentar o sistema imunológico pela ativação da liberação da substância interleucina 2, responsável por estimular a medula óssea a fabricar mais células brancas.

Outra vantagem do óleo de coco é que seu alto teor de ácido láurico o torna de fácil absorção e não necessita de enzimas para sua digestão e metabolismo. Por isso, ao ser processado pelo fígado, o ácido láurico rapidamente se transforma em energia, gerando calor e queimando calorias, o que auxilia na perda de peso. De fato, por este efeito, o uso do óleo de coco tem se tornado destaque em dietas de emagrecimento, pois são o único tipo de gordura que ao ser metabolizada pelo corpo não é estocada na forma de tecido gorduroso.

Os óleos láuricos também ajudam a diminuir a compulsão por carboidratos (açúcar, doces, biscoitos, etc) por não estimularem a liberação de insulina. A maioria dos óleos poli-insaturados dificultam a entrada da insulina e nutrientes para dentro das células, deixando-as literalmente “famintas”, a gordura de coco “abre as suas membranas”, não somente permitindo que os níveis de glicose e insulina se normalizem, como também melhorando sua nutrição e restabelecendo os níveis normais de energia.

Receita do shot da imunidade:
½ colher de chá de cúrcuma
½ colher de chá de gengibre em pó
1 colher de chá de óleo de coco
1 pitada de pimenta do reino (para ativar a absorção da cúrcuma)
25 gotas de extrato de própolis alcoólico
Suco de ½ limão
20 ml de água mineral