As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Sidney Leite participa de inauguração de escolas em região indígena

Presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o deputado estadual Sidney Leite (PSD) participou da inauguração de três novas escolas nas comunidades de Nossa Senhora de Nazaré e Vila Nova, na região do Marau, no Município de Maués (a 253 km de Manaus), no Dia do Índio, 19 de abril, e de cinco outras escolas, nesta sexta (20).

Ao todo, são oito escolas que a Prefeitura de Maués entrega na área indígena, onde existem dois mil alunos. Área sateré-mawé, a região do Marau é bem conhecida pelo deputado Sidney Leite, que já foi prefeito três vezes de Maués e foi o percussor da educação bilíngue — em português e em sateré-mawé — para os estudantes índios e do projeto Escola Ativa.

“Quando cheguei pela primeira vez no Marau, não tinha uma escola construída pelas gestões municipais anteriores. As crianças sentavam no chão e os professores eram todos não-índios. Tratei de mudar isso nos anos que fui prefeito e deixei 43 professores indígenas em formação universitária e mais de 18 publicações na língua sateré-mawé”, recordou o parlamentar, diante de uma plateia de mais de 200 índios sateré.

Conhecedor de cada canto da zona rural de Maués, o deputado relembrou que a educação e a assistência básica à saúde foram os fatores que mais contribuíram para aumentar a população indígena no Marau. Na década de 1990, os sateré-mawé eram pouco mais de dois mil e hoje são mais de sete mil habitantes no Marau.

“O deputado foi o primeiro a olhar para nós. Depois não teve mais ninguém e, agora, volta o prefeito Junior Leite”, comentou o presidente do Conselho Geral Sateré-Mawé, Antônio Tibúrcio Neto.

Agricultura

Além de educação, Sidney Leite disse estar empenhado para que, em parceria com a Prefeitura de Maués, haja um incremento na agricultura de subsistência na região do Marau. E disse que só este ano serão 50 mil mudas de açaí distribuídas para aqueles indígenas que queiram cultivar o fruto. “Sei que um dos principais problemas de vocês é a escassez de alimentos. Então, vamos apoiar e buscar mais recursos para que vocês possam ter mudas, apoio técnico e todas as condições para plantarem e tirar o sustento da terra”, disse.

Texto e Fotos: Assessoria do Deputado