Sidney Leite pede providências para o modelo de saúde implantado pelo Estado

A Descentralização do modelo de saúde implantado, a realização de concurso público, a aprovação do plano de cargos, carreiras e salários, foram às propostas apresentadas pelo deputado estadual Sidney Leite (PSD), para promover a melhoria na saúde do Amazonas. Além disso, o parlamentar cobrou ao Tribunal de Contas do Estado, que cumpra seu papel de fiscalizar a saúde.

“ Nós precisamos ter mudanças radicais na gestão da saúde. Não sou a favor desse modelo da terceirização. Esse modelo que o estado pratica hoje, comprovadamente não dá certo ”, disse.

O parlamentar lembrou que no ano passado, o governo do estado pagou em torno de dois bilhões e quinhentos milhões de reais na saúde. No entanto, nem 10% foram gastos no interior. Falta atenção, falta política pública, falta fiscalização.

“Ou o governo se pronuncia, ou eu defendo que a Assembleia procure os meios judiciais, pois não há melhor forma de combater o desvio público, que não seja pela transparência. O Estado gasta muito, mas a qualidade da saúde é péssima. Nós queremos saber onde esse dinheiro foi aplicado”, cobrou.

Sidney Leite também defendeu uma saúde básica de qualidade em Manaus, o que segundo ele, traria resultados significativos para capital e interior. Em Manaus falta saúde de média complexidade de qualidade.

“Os Hospitais públicos recebem pessoas que poderiam ser atendidas nas Unidades Básicas de Saúde, superlotando as filas para consultas e exames. Muita coisa tem que ser corrigida nessa gestão”, disse.