Take a fresh look at your lifestyle.

Sindicato de Cerâmica alerta consumidores sobre a compra segura de tijolos e blocos

-publicidade-

O presidente do Sindicato das Indústrias de Cerâmica do Estado do Amazonas (SINDICER), Sandro Santos, destacou ontem a necessidade de o consumidor optar pela compra segura de tijolos e blocos de construção, para evitar prejuízos.

Santos idealiza campanha de esclarecimento ao consumidor, em resposta ao avanço dos casos de golpe de venda de tijolos na cidade pela internet e anúncios de classificados nos jornais locais. A prática ilegal de indivíduos e quadrilhas começa com a divulgação do preço do milheiro abaixo do valor de mercado e é concluída com a entrega inferior à quantidade do produto pedida pelo cliente.

“Temos conhecimento deste golpe há mais de um ano, mas nos últimos seis meses, a prática criminosa vem se agravando e prejudicando diretamente as empresas que praticam o preço de mercado. Os golpistas anunciam o milheiro a R$ 400 reais, enquanto o valor de fábrica varia entre R$ 430 a R$ 450. O consumidor sai prejudicado no negócio porque a quadrilha não entrega a quantidade exata do produto, recebendo em média pouco mais de 50% do pedido”, diz Sandro.

O presidente do Sindicado de Cerâmica revela que a ação das quadrilhas, que publicam anúncios nos jornais e nos sites de compras, vem preocupando os empresários do setor, pois eles se sentem forçados a diminuir o preço do produto de forma insustentável aos negócios, ocasionado até o fechamento de fábricas de tijolos.

Sandro lembra que alguns cuidados podem evitar este golpe, basta que o consumidor verifique três pontos no processo da compra de tijolos. “É importante que o cliente observe se o bloco ou o tijolo que está sendo comprado possui o carimbo da empresa impresso no produto, caso não conste não deve ser comprado. Opte em comprar em pontos fixos, pois terá como fazer uma reclamação e solicitar a tratativa da solução do problema neste local. E evite a compra em sites e classificados”, explica o presidente do Sindicato de Cerâmica.

Nesta semana, um caso de fraude na venda de tijolos foi desfeito com a prisão de uma quadrilha. O grupo foi preso na última quarta-feira, 17, em flagrante pela Delegacia Especializada em Proteção ao Consumidor (Decon), no bairro Santa Inês, Zona Norte de Manaus. Cinco homens foram detidos no momento da entrega de dois milheiros, porém o grupo havia descarregado apenas 1.350 tijolos.

-publicidade-