Sine Manaus oferece intermediação de mão de obra gratuita às empresas

A pandemia trouxe um grande desafio aos trabalhadores, o desemprego, e é nele que o planejamento e as políticas públicas da Prefeitura de Manaus, executadas pela Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), por meio do Sine Manaus, tem feito a diferença na vida dos manauenses.

Além de gerar novas oportunidades, o titular da Semtepi, Radyr Júnior, seguindo as orientações do prefeito David Almeida, iniciou a gestão apostando na formação profissional e inserção dos trabalhadores no mercado de trabalho.

Durante a segunda reunião do Fórum Municipal Permanente de Articulação da Zona Franca de Manaus (FOPAZFM), a chefe do setor de Intermediação de Mão de Obra (IMO) do Sine Manaus, Amanda Rodrigues, explicou aos participantes como funciona e quais os benefícios do serviço, um sistema de recrutamento e seleção de profissionais de forma gratuita e ágil oferecido às empresas pelo Sine.

“Todas as empresas, sendo elas de pequeno, médio ou grande porte, tem o seu setor de RH (Recursos Humanos). Por ser uma área meio, ele tende a ser um pouco mais enxuto, porém, a necessidade de fazer o recrutamento e a seleção de candidatos para essa empresa existe e muitas vezes elas vão em busca de um RH terceirizado, enquanto a Prefeitura de Manaus oferece essa intermediação de mão de obra de forma gratuita”, destacou Amanda.

Benefícios

Se a empresa tem uma vaga para ser preenchida, a Prefeitura de Manaus pode ajudar a fazer isso de forma ágil e qualificada, por meio de parcerias feitas entre o Sine Manaus e as empresas privadas, que têm pretensão de contratar formalmente, por meio da CLT com assinatura de carteira.

A plataforma utilizada para o cadastro e triagem de pessoas em busca de emprego é a Emprega Brasil, vinculada ao Ministério da Economia, onde qualquer trabalhador pode se inscrever colocando o seu currículo. Atualmente, a prefeitura trabalha com mais de 200 empresas parceiras e 50 mil profissionais cadastrados no banco de dados.

É feito primeiro o alinhamento dos perfis desses candidatos com a necessidade da empresa, depois a triagem e em seguida o Sine encaminha os selecionados auxiliando nessa primeira etapa. No alinhamento é definido se a empresa solicitou uma vaga onde o candidato necessita ter um determinado conhecimento ou experiência, além do pedido de vagas para pessoas com deficiência, estagiários e aprendizes. O candidato é encaminhado de acordo com o perfil exigido pelo empregador, e a escolha final é sempre da empresa.

Além da plataforma, a Semtepi atrai talentos para o Sine Manaus, por meio da divulgação das vagas, via perfis da secretaria, nas redes sociais, às quais todo trabalhador tem acesso na palma da mão, além de oferecer orientação sobre a carteira de trabalho digital e resolver divergências referentes ao seguro-desemprego nos postos do Sine ou por meio do chat on-line.

Balanço

Os atendimentos do Sine Manaus durante toda a pandemia não pararam e em menos de 6 meses foram realizados mais de 30 mil atendimentos, sendo 13.600 deles por meio do chat pro, e encaminhadas 3.300 pessoas para o mercado de trabalho. No mês de maio, 515 vagas foram disponibilizadas, a maior oferta mensal dos últimos 4 anos.

Por meio da Semtepi, a Prefeitura de Manaus foi uma das primeiras do país a estender a mão para os pequenos empreendedores, que foram atingidos em cheio com as medidas de restrição, com um “Auxílio Empreendedor”, elaborado para alcançar 6 mil beneficiados.

Texto – Divulgação / Semtepi