Take a fresh look at your lifestyle.

Supermercados informam que não há risco de desabastecimento por conta da pandemia

-publicidade-

A procura pelos mercados do estado de São Paulo aumentou 8,5% nas últimas semanas, segundo a Associação Paulista de Supermercados (Apas). O crescimento ocorre em meio a divulgação dos novos casos de covid-19 no estado e medidas de controle para evitar contaminação. Associação pede que consumidores não estoquem produtos

Segundo o presidente da associação, Ronaldo dos Santos, as lojas do estado tem estoque para mais 30 ou 35 dias. “Por enquanto não vai faltar produto”, diz.

O presidente afirma que é possível dar uma previsão sobre o abastecimento das lojas mais longo que isso porque é necessário entender o impacto da pandemia causada pelo coronavírus na indústria. “A expectativa nossa, no entanto, é que as coisas vão correr bem. Isso porque o Brasil depende pouco do mercado externo para produzir alimentos. Nós temos matéria prima aqui, nós temos a indústria nacional, então não é possível falar em desabastecimento”.

Associação Brasileira de Supermercados (Abras) disse em nota que “não há risco de falta de alimentos nas lojas. O setor supermercadista brasileiro opera com normalidade”. Segundo a entidade, o setor está preparado para aumentar o abastecimento, como ocorre em datas sazonais.

“Essas pessoas que comiam em restaurantes, agora comem em casa. E, para isso, vão ao supermercado para ter suprimento e se alimentar”. Por Gazeta Brasil

-publicidade-