Suspeitos de homicídios exibidos em redes sociais são presos em operação da Secretaria de Segurança

Na noite deste sábado (20/10) foram presos dois homens e apreendido um adolescente envolvidos na morte de duas mulheres e um homem no bairro Armando Mendes, zona leste de Manaus. Os suspeitos levaram a polícia a uma área de mata, no mesmo bairro, onde os três corpos estavam enterrados.

“Mais um crime solucionado pelo trabalho das polícias. Trata-se de um crime bárbaro relacionado à briga de facções”, disse o secretário de Segurança, Amadeu Soares, que desde a tarde deste sábado está em operação pela cidade.

De acordo com o secretário, dois dos cinco envolvidos estão foragidos, mas já foram identificados e estão sendo procurados.

As investigações começaram ainda na noite de sexta-feira (19/10). Pablo Lima Freitas, 22, foi preso na casa da avó no Ramal São Francisco, no Km 43 da AM-010. Além dele, foram presos um homem e apreendido um adolescente de 15 anos que filmou o crime.

De acordo com o titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), delegado Orlando Amaral, as imagens que circularam nas redes sociais também serviram para identificar os suspeitos.

“Chegamos até eles até mesmo pela ousadia de colocarem na Internet. Vimos tatuagem, fomos às redes sociais e chegamos à família do Pablo. A partir dele chegamos aos demais”, afirmou o delegado Orlando Amaral.

Neste sábado, durante uma nova fase da Operação Ocupação, da Polícia Militar, Polícia Civil e SSP-AM, os suspeitos foram presos próximo ao local do crime, uma área de mata no bairro Armando Mendes.

Os dois homens serão autuados por homicídio qualificado e o adolescente encaminhado para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal onde serão submetidos aos procedimentos de identificação pelos familiares.
[22:38, 20/10/2018] Tabajara Moreno: Boa noite, material atualizado
[22:38, 20/10/2018] Tabajara Moreno: 👇👇👇👇👇
[22:38, 20/10/2018] Tabajara Moreno: Suspeitos de homicídios exibidos em redes sociais são presos durante operação da SSP-AM

Na noite deste sábado (20/10) foram presos dois homens e apreendido um adolescente envolvidos na morte de duas mulheres e um homem no bairro Armando Mendes, zona leste de Manaus. Os suspeitos levaram a polícia a uma área de mata, no mesmo bairro, onde os três corpos estavam enterrados.

“Mais um crime solucionado pelo trabalho das polícias. Trata-se de um crime bárbaro relacionado à briga de facções”, disse o secretário de Segurança, coronel Amadeu Soares, que desde a tarde deste sábado está em operação pela cidade.

De acordo com o secretário, dois dos cinco envolvidos estão foragidos, mas já foram identificados e estão sendo procurados.

As investigações começaram ainda na noite de sexta-feira (19/10) pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Pablo Lima Freitas, 22, foi preso na casa da avó no Ramal São Francisco, no Km 43 da AM-010. Além dele, Paulo Henrique Porfiro de Souza, 20, foi preso e um adolescente de 15 anos, que filmou o crime, foi apreendido.

De acordo com o titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), delegado Orlando Amaral, as imagens que circularam nas redes sociais também serviram para identificar os suspeitos.

“Chegamos até eles até mesmo pela ousadia de colocarem na Internet. Vimos tatuagem, fomos às redes sociais e chegamos à família do Pablo. A partir dele chegamos aos demais”, afirmou o delegado Orlando Amaral.

Neste sábado, durante uma nova fase da Operação Ocupação, da Polícia Militar, Polícia Civil e SSP-AM, Paulo e o adolescente foram localizados no Armando Mendes, próximo a cena do crime.

Os dois homens serão autuados por homicídio qualificado e o adolescente encaminhado para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal onde serão submetidos aos procedimentos de identificação pelos familiares.