As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

TCE-AM realiza 3º Simpósio Nacional de Ouvidorias

O Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) sediará nos dias 22 e 23 de agosto o 3º Simpósio Nacional de Ouvidorias que tem como tema “Ouvidoria Contemporânea: governança, cidadania e inovação”.

O evento é promovido pela Ouvidora do TCE-AM, com a coordenação do ouvidor-geral do Tribunal, conselheiro Érico Desterro, apoio da Rede de Ouvidorias do Amazonas, do Ministério Público de Contas (MPC), da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) e do Instituto Rui Barbosa (IRB).

“Iremos trabalhar um tema muito interessante que é a ouvidoria contemporânea: governança, cidadania e inovação. Em cima desses três aspectos, iremos explorar bem esses assuntos com profissionais e especialistas da área”, disse o diretor da Ouvidoria do TCE, servidor Harleson Arueira, ao enfatizar que o Simpósio de Ouvidorias tem apoio da conselheira-presidente do TCE, Yara Lins dos Santos, e dos demais membros do colegiados.

Dentre os palestrantes confirmados estão o juiz federal do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, Márcio André Lopes Cavalcante; o ouvidor-geral da União, Valmir Dias; o ouvidor-adjunto, Fábio Valgas; corregedor-geral da União, Gilberto Waller Júnior; e o advogado e consultor, Rodrigo Pironti.

Além dos painéis e palestras, o Simpósio contará ainda com oficinas técnicas simultâneas na qual serão abordados o acesso à informação, tratamento de denúncias, a defesa do usuário, mediação de conflitos e assédio moral.

Capacitação para ouvidores

Durante o Simpósio, o TCE-AM via Ouvidoria promoverá, nos dias 20 e 21, a 1ª Capacitação e Certificação de Ouvidores no Estado. A capacitação será realizada em parceira com Escola de Contas Públicas (ECP) e a Rede de Ouvidorias do Amazonas.

As inscrições para o Simpósio e para o curso podem ser feitas no site da ECP (http://ecp.tce.am.gov.br/) são gratuitas, mas limitadas. Para o curso estão sendo disponibilizadas apenas cem vagas.

“A Ouvidoria é a casa do cidadão, então a gente espera que não só servidores públicos se façam presentes, mas principalmente ouvidores e ainda a sociedade civil organizada”, disse o diretor da Ouvidoria, Harleson Arueira.

Texto: Camila Carvalho|Foto: Ana Cláudia Jatahy

você pode gostar também