O presidente Michel Temer sancionou o reajuste dos salários para os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Com a mudança, os 11 integrantes da casa e Raquel Dodge, chefe do Ministério Público Federal, vão receber um aumento que vai dos R$ 33,7 mil para R$ 39 mil. Em contrapartida, com o anúncio do reajuste, o ministro do STF, Luiz Fux, revogou o auxílio-moradia dado aos magistrados.

O reajuste tinha sido aprovado no dia 7 de novembro no Senado. A medida pode causar um impacto de mais de um bilhão de reais nas contas da União, já que a decisão abre um efeito cascata sobre os demais funcionários do Judiciário. A conta chega a R$ 4 bilhões se forem incluídos no cálculos os municípios e estados. A avaliação é de estudos técnicos do Senado e de consultorias de orçamento do Congresso.

Para amenizar o impacto, foi negociado com os magistrados a retirada do auxílio moradia, que por ano custam R$ 450 milhões. Esse tópico foi negociado entre Planalto e o STF para que a aprovação do reajuste fosse viável.

Reportagem, Raphael Costa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here