© Reprodução / SBT

Joel Cupertino, irmão do homem procurado pela morte do ator Rafael Miguel e seus pais, disse que os 3 “morreram tarde demais” e que “cortaria a cabeça” dos pais e “levaria de presente”. A declaração foi feita ao programa “Cidade Alerta”, da TV Record.

Acusação

Joel acusa os pais de Rafael de fazerem parte de uma “rede de pedofilia” e de tentarem ludibriar a namorada do ator. “Foram mexer logo com o xodó dele. Se fosse eu, cortava a cabeça dos dois e levava de presente para mim”, disparou.

ATRAIR

Em outro trecho da entrevista, Joel disse que os pais de Rafael tentavam atrair a namorada do filho com convites para ela se tornar atriz. “Estavam usando o amor como desculpa. Morreram tarde demais esses aí. Se vivessem, amanhã ia matar de novo”, afirmou. Com informações de Montes Claros.