As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Tio e sobrinha são presos pela Polícia com arma de fogo, munições, dinheiro e relógios roubados

A Polícia Civil do Amazonas prendeu, na noite desta quarta-feira (13/02), por volta das 19h, no bairro Compensa, zona oeste da capital, Késia Tayná Souza da Silva, 20, e o tio dela, Wendel Marques Souza, 25, com arma de fogo, munições, R$ 1.550,00 e relógios roubados. As informações são do delegado Rafael Allemand, titular da 5ª Seccional Centro-Sul.

De acordo com a autoridade policial, Wendel está envolvido em roubo ocorrido no dia 11 de fevereiro deste ano à casa de um empresário de 37 anos, situada em um conjunto habitacional na segunda etapa do bairro Distrito Industrial, zona leste de Manaus. Segundo o delegado, Wendel e comparsas, que estão sendo procurados pela polícia, utilizaram um veículo supostamente roubado e aguardaram o empresário chegar no local. No momento em que ele entrava na residência, os infratores anunciaram o crime e subtraíram da vítima R$ 107 mil em espécie, treze relógios e aparelhos celulares.

“Ao longo das investigações em torno do caso, conseguimos identificar Wendel como um dos envolvidos no delito e tomamos conhecimento de que ele estaria pelo bairro Compensa, onde cometeu outros delitos. Com o apoio de policiais civis do 12° DIP e Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), nos deslocamos na noite de quarta-feira (13/02) até àquela área, onde, por volta das 19h, abordamos Wendel conduzindo uma motocicleta em via pública”, relatou Allemand.

Material apreendido – Conforme o titular da 5ª Seccional Centro-Sul, Wendel levou as equipes policiais até uma residência situada naquele mesmo bairro, onde estava a sobrinha dele, Késia. No imóvel os policiais civis apreenderam um revólver calibre 38 com numeração suprimida, utilizado no roubo ao empresário, além de quatro munições do mesmo calibre, intactas. Os policiais civis recuperaram, ainda, dois relógios e R$ 1.550,00 mil em espécie, subtraídos da vítima, encontrados com Késia.

“Em depoimento no 12° DIP, Wendel, que já tem passagem pela polícia por roubo, confessou participação no crime ocorrido dia 11 de fevereiro deste ano. Ele alegou que o delito foi cometido por sete pessoas e o dinheiro subtraído foi dividido entre eles. O infrator teria ficado com R$ 20 mil. Os elementos já tinham informações privilegiadas do imóvel, pois foram diretamente ao quarto da vítima. Vamos verificar se essas informações procedem de pessoas em presídios da capital e prosseguir com as investigações em torno do caso para identificar os demais envolvidos e indiciá-los”, destacou Allemand.

Flagrante – Wendel foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Ele também foi indiciado por roubo majorado. Já Késia foi autuada em flagrante por receptação. Ao término dos procedimentos cabíveis no 12º DIP, Wendel será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.

Por se tratar de crime afiançável, será estipulada fiança à Késia. Caso ela não pague o valor até a conclusão dos procedimentos na unidade policial, ela também será levada para Audiência de Custódia.

FOTO: ERLON RODRIGUES/PC-AM

você pode gostar também