Take a fresh look at your lifestyle.

Tonantins exonera médico que dopou e fez aborto em adolescente

Segundo Secretaria da Saúde de Tonantins, médico mantinha um relacionamento com a vítima e seria o pai do bebê

-publicidade-

24 horas após o caso do médico que dopou e realizou o aborto de uma adolescente que estava grávida dele ganhar repercussão no Estado, ele foi exonerado do cargo. A denúncia já está sendo investigada pela polícia de Tonantins, município onde ocorreu o crime.

A Secretaria de Saúde do município confirmou a exoneração do servidor nesta quarta-feira (11). A secretária também está prestando apoio à adolescente e aos familiares da vítima.

O delegado Mauro Barreto de Sá informou que a tia da adolescente foi até a delegacia e registrou um Boletim de Ocorrência (BO). A adolescente testou positivo para Covid-19 e deve ser ouvida após cumprir um período de quarentena.

-publicidade-